As autoridades sanitárias da Ilha da Madeira tratam a quarentena de Cristiano Ronaldo com muita discrição. O atacante da Juventus foi liberado para continuar isolado, depois que a Federação Italiana decidiu paralisar o campeonato e do teste positivo do zagueiro Daniele Rugani, de 25 anos, seu companheiro de time. Ao mesmo tempo, Cristiano Ronaldo acompanha a recuperação satisfatória de Dolores Aveiro, sua mãe, que sofreu AVC.

DISCIPLINA – O secretário de Saúde da Ilha da Madeira, Pedro Ramos, comentou que Cristiano Ronaldo tem muita disciplina e segue as instruções sobre o gravíssimo problema que está se estendendo pelo mundo: “Cristiano Ronaldo respeita todas as condições de segurança e podemos garantir que tanto ele quanto todas as pessoas da família dele não apresentam o mínimo sintoma da epidemia” – ressaltou o secretário.

125 ISOLADOS – Depois do teste positivo do zagueiro Daniele Rugani, a Juventus decidiu promover o isolamento domiciliar dos jogadores, integrantes da comissão técnica e de funcionários do clube, com sede em Turim, na região Norte, a mais atingida na Itália. O jogo de volta da Liga dos Campeões na próxima terça (17) com o Lyon, na Arena Juventus, ainda será remarcado pela União Europeia.

CRISTIANO RONALDO, de 35 anos, está em quarentena em casa. Ele é de Funchal, a capital da Ilha da Madeira, a principal do arquipélago da Madeira, no oceano Atlântico, a sudoeste da costa portuguesa. O turismo é vivido intensamente na Madeira, que mantém temperatura agradável o ano todo. Uma das atrações é o Bailinho da Madeira, a mais famosa das danças folclóricas portuguesas, que Cristiano Ronaldo gostava de participar quando garoto.