Com 28 gols em 28 jogos no campeonato, Cristiano Ronaldo livrou a líder Juventus da derrota em casa para a Atalanta (2 x 2), na noite de ontem (11), no Allianz Stadium, em Turim, ao converter dois pênaltis. Ele está a um gol do italiano Ciro Immobile, da vice-líder Lazio, derrotada (2 x 1), em Roma, pelo Sassuolo, que viajou 424 km para chegar à décima terceira vitória. Faltam seis rodadas e a vantagem da Juventus sobre a Lazio, que perdeu o terceiro jogo consecutivo, aumentou para oito pontos (76 a 68).

VICE EM ABERTO – Se o eneacampeonato da Juventus é 99,9% certo, o vice-campeonato está em aberto. Com a terceira derrota consecutiva, ontem (11), no Estádio Olímpico de Roma, a Lazio, com 68 pontos, está só um ponto à frente da Atalanta, em terceiro com 67, após os 2 x 2 com a Velha Senhora, como a Juventus é tratada por ser o clube mais antigo. A Inter, se vencer amanhã (13) o Torino, em Milão, ultrapassa a Atalanta (67) e empata com a Lazio (68). A disputa dos 18 pontos da reta final será muito emocionante.

APÓS 64 ANOS – A Atalanta, da cidade de Bergamo, a 185 km de Turim, chegou ao vigésimo jogo consecutivo marcando gol em todos os jogos, o que não acontecia desde o campeonato de 1955-56. O empate em 2 x 2 com a Juventus quebrou a série de nove vitórias consecutivas sobre Fiorentina, Roma, Lecce, Sassuolo, Lazio, Udinese, Napoli, Cagliari e Sampdoria. No comando do time desde 2016, o técnico Gian Piero Gasperini, de 62 anos, ex-meia, tem sido muito elogiado.

OS QUATRO GOLS – Com domínio total no primeiro tempo, a Atalanta fez 1 x 0 aos 16 minutos, com o gol de Duvan Zapata, atacante colombiano de 29 anos. No segundo tempo, Cristiano Ronaldo empatou aos 10, cobrando pênalti que meia holandês Marten de Roon cometeu com a mão. O atacante Ruslan Malinovskiy, ucraniano de 27 anos, fez o segundo gol da Atalanta aos 35, e aos 46, Cristiano Ronaldo estabeleceu o empate final, aos 46, no pênalti cometido com a mão pelo atacante colombiano Luis Muriel.

BOM RETORNO – Após cumprir suspensão, o meia canhoto argentino Paulo Dybala, de 26 anos, teve bom retorno, compatível com seu nível técnico. Foi dos poucos que se salvaram de atuação abaixo da média da Juventus, que deixou o técnico Maurício Sarri, napolitano de 61 anos, nada feliz, ainda que o time, faltando seis rodadas, esteja praticamente com o nono título consecutivo garantido. O lateral Danilo foi substituído por Alex Sandro e o atacante Douglas Costa substituiu Bernardeschi no segundo tempo. 

UMA POSIÇÃO – Depois da estupenda virada (4 x 2) sobre a líder Juventus, no estádio de San Siro, oMilan viajou 780 km a Napoles para o jogo de hoje (12), no estádio San Paolo, com o Napoli. O vencedor subirá uma posição: o Napoli, que só tem um brasileiro, o meia-atacante Allan, ex-Vasco, é sexto com 51 pontos, e o Milan, também só com um brasileiro, Lucas Paquetá, ex-Flamengo, é sétimo com 49 pontos. Napoli e Milan, sem chance de disputar a Champions 2020-2021, querem a vaga na Liga Europa.

Fotos: Amazônia sem fronteira, Sportbuzz – UOL, A Gazeta, Namibian, Record.pt, O Tempo.