Escolha uma Página

Foto: Gianni Nucci/EPA

A Juventus de Turim manteve a liderança isolada do Campeonato Italiano, com dois gols de Cristiano Ronaldo em oito minutos, na virada (2 x 1) sobre o Empoli, antepenúltimo colocado, na tarde deste último sábado (27) de outubro, na abertura da décima rodada. O Empoli fez 1 x 0, gol do atacante italiano Francesco Caputo, 31 anos, ex-Bari. Na volta do intervalo, a Juventus não chegou a ter tanta dificuldade para conseguir a virada em sua nona vitória em 10 jogos.

UMA BOMBA – O gol de empate, aos oito do segundo tempo, foi de pênalti, cometido sobre o argentino Paulo Dybala, que Cristiano Ronaldo converteu com chute forte, de pé direito, no canto direito do goleiro italiano Ivan Provedel, 24 anos, 1,92m, que até saltou, mas não tocou na bola. A virada, aos 16, foi com um chute forte, de fora da área, no ângulo direito, outra vez sem chance de defesa para o goleiro. O Empoli sofreu a sexta derrota e tem saldo negativo de seis gols (9 a 15).

Foto: calciomercato.com

COM OS DOIS GOLS, Cristiano Ronaldo é o vice-artilheiro do campeonato, com 7, menos dois que o polonês Piatek, do Genoa. A Juventus igualou a marca da temporada 2012-13, em que chegou a 9 vitórias e 1 empate nos 10 primeiros jogos, e lidera 2018-19, com 28 pontos, sete à frente do Napoli (21), que joga amanhã (28), em seu estádio San Paolo, no sul da Itália, com a Roma, em sétimo com 14 pontos. Será o primeiro jogo do meio-campo Allan, ex-Vasco, convocado pela primeira vez para os dois últimos amistosos de 2018 da seleção brasileira com Uruguai e Camarões.

ESTÁDIO CHEIO – Empoli 1 x 2 Juventus lotou o pequeno estádio Carlo Castellani – 17 mil lugares -, na cidade de Empoli, na região da Toscana, província de Florença, com 50 mil habitantes. O estádio foi inaugurado em 12 de setembro de 1965 e o nome é em homenagem ao maior artilheiro da história do Empoli, Carlo Castellani, que teve morte prematura. O Empoli só conseguiu uma vitória e três empates, sofrendo a sexta derrota no atual campeonato, em que está na zona de rebaixamento.

OS LÍDERES – Sob o comando do técnico italiano Massimiliano Allegri, o time líder da Juventus teve Szczesny, De Sciglio (Barzagli, 44 do segundo tempo), Bonucci, Chiellini e Alex Sandro; Pjanic (Douglas Costa, 34 do segundo tempo), Betancur, Bernardeschi (Juan Cuadrado, 20 do segundo tempo) e Matuidi; Dybala e Cristiano Ronaldo. O meia Douglas Costa voltou a ficar na reserva, depois da suspensão de quatro jogos por ter cuspido na cara de Di Francesco, do Sassuolo.