Escolha uma Página

QUATRO DIAS DEPOIS do recorde de público do ano – 61.582 -, quando só precisava do empate, fez 1 x 0 e levou a virada do Atlético por 3 x 1, na decisão do título estadual, o Cruzeiro voltou a sair vaiado do Mineirão, desta vez ao ceder o empate (3 x 3) ao Alianza Petrolera, da Colômbia, diante do menor público: 18.818.

O CRUZEIRO FEZ 3 x 0 em 12 minutos, com Lucas Romero aos 7; Zé Ivaldo aos 12 e Mateus Pereira aos 19, e cedeu o empate na volta do intervalo, perdendo a chance da primeira vitória e de dividir a liderança do Grupo B da Copa Sul-Americana com o Nacional, com quem havia ficado no 0 x 0, na estreia, no Equador.

O ALIANZA PETROLERA, estreante na Sul-Americana, é de Barrancabermeja, cidade-sede da maior refinaria de petróleo da Colômbia, a 430 km da capital Bogotá. O atacante Emerson Batalla, de 22 anos, fez os dois primeiros gols, e o do empate foi do zagueiro Antonio Figueroa, em falha do goleiro Rafael Cabral, vaiado desde o anúncio da escalação no telão do Mineirão.

A REVOLTA DOS TORCEDORES do Cruzeiro também se estendeu a Ronaldo Fenômeno, que comprou os direitos do futebol do clube por R$400 milhões, em dezembro de 2021. Ronaldo voltou de jatinho do Paraguai, onde foi conversar com o presidente Alejandro Dominguez, da Conmebol, a quem ofereceu uma camisa.

CRUZEIRO 3 x 3 ALIANZA marcou também a estreia do técnico Fernando Seabra, de 46 anos, que ganhou a chance de assumir a equipe profissional, depois de bom trabalho no Sub-20, que levou à decisão da Copa São Paulo de 2024, perdida para o Corinthians (1 x 0). Seabra substitui o argentino Lacarmon, demitido 2ª feira ( 8 ).

EM CLIMA CONTURBADO, o Cruzeiro volta domingo (14) ao Mineirão para a estreia no Campeonato Brasileiro com o Botafogo, último do Grupo D da Libertadores, após a derrota (1 x 0) da noite de ontem (11) para a LDU, no Equador. Depois, o Cruzeiro será visitante nos jogos com Fortaleza e Atlético Mineiro.

COM GOLS DE DEYVERSON, de cabeça aos 4 minutos, e de pênalti, aos 43 do 1º tempo, o Cuiabá manteve a invencibilidade em 2024 e assumiu a liderança do Grupo G da Copa Sul-Americana, com 2 x 0 no Metropolitanos, na noite de ontem (11), no Estádio Olímpico da Universidade Central da Venezuela, em Caracas.

CUIABÁ E LANÚS, que venceu o Garcilaso, da cidade peruana de Cusco, por 2 x 1, no outro jogo da noite de ontem (11), têm 4 pontos, mas o tetracampeão mato-grossense invicto (2021-22-23-24) tem vantagem de 1 gol de saldo sobre o time argentino. O Cuiabá marcou 3 e sofreu 1; o Lanús fez 3 e sofreu 2.

O CUIABÁ SERÁ VISITANTE na estreia do Campeonato Brasileiro com o Athletico Paranaense, domingo (14), na Arena da Baixada, em Curitiba, e na 2ª rodada receberá o Vitória, campeão da Série B de 2023 e baiano de 2024, 4ª feira (17), na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Foto: Hugo Rocha