Escolha uma Página

COM A VITÓRIA sobre o Goiás por 1 x 0, gol do atacante Robert, aos 50 minutos do 2º tempo, o visitante Cruzeiro venceu o Goiás por 1 x 0, no jogo que concluiu na noite de ontem (27) a 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio da Serrinha, em Goiânia. O Cruzeiro subiu para o 13º lugar, com 44 pontos, empatou em vitórias (11) com o Vasco, 16º com 42, que recebe o Corinthians, 14º com 44 pontos, na noite de hoje (28), em São Januário, na abertura da 36ª rodada.

VASCO E CORINTHIANS jogarão desfalcados. Em sua melhor sequência, com três vitórias e três empates, o Vasco não terá os zagueiros Leo, Maicon e Robson, e o meia Marlon Gomes, suspensos. O argentino Capasso formará a zaga com o chileno Medel, que ainda sente dores no tornozelo, e Rossi e Jair podem voltar, após suspensão. O Corinthians, do técnico gaúcho Mano Menezes, não contará com o zagueiro Gil, suspenso, Fausto Vera, Matias Rojas e Gustavo.

DESDE 2017 O VASCO não tinha uma sequência invicta de três vitórias – 2 x 0 no Cuiabá, 1 x 0 no Botafogo, 2 x 1 no América Mineiro – e de três empates: 1 x 1 com o Goiás, 2 x 2 com o Cruzeiro e 0 x 0 com o Athletico Paranaense. O time para hoje (28), em São Januário, Leo Jardim, Paulo Henrique, Capasso, Medel e Piton; Zé Gabriel, Paulinho (Jair) e Praxedes (Payet); Rossi, Pablo Vegetti e Gabriel Pec.

O VASCO TEM INTERESSE no atacante uruguaio Mastriani, artilheiro do América Mineiro, já rebaixado, para a campanha de 2024, primeiro dos três anos de mandato do recém-eleito presidente Pedrinho, meia do time campeão carioca e da única Libertadores do clube em 1988. Os direitos de Mastriani, também pretendido pelo Internacional, são 100% do América, que vai reformular o futebol para tentar a volta à Série A em 2025.

O CORINTHIANS, também ainda tenta evitar o rebaixamento, tal como aconteceu pela única vez em 2007. O time vem de sua pior derrota na Arena Corinthians, goleado pelo Bahia por 5 x 1, na noite do último sábado (25). Escalação anunciada com três zagueiros: Cassio, Lucas Veríssimo, Bruno Mendez e Caetano; Fagner, Maicon, Renato Augusto, Giuliano e Mateus Bidu; Romero e Yuri Alberto.

350 JOGOS, 867 GOLS

A VITÓRIA DO CRUZEIRO, na noite de ontem (27) sobre o Goiás, foi a 95ª de um time visitante, no 71º 1 x 0, em 350 jogos, com 162 vitórias dos mandantes e 103 empates. A média de gols é de 2.48, com os 867 marcados. O Palmeiras tem o ataque mais positivo (58), seguido do Grêmio (57), Botafogo (56) e Flamengo (54). Palmeiras, Botafogo e Flamengo, os que mais venceram (18). O Atlético Mineiro tem a defesa menos vazada (27), seguindo-se as do Bragantino (31), Palmeiras (32) e Botafogo (33). Em 350 jogos, 1 x 0 (71 vezes), 2 x 1 (55) e 2 x 0 (52), placares mais registrados.

Foto: Staff Images/Cruzeiro