PRIMEIRO BRASILEIRO BICAMPEÃO DA LIBERTADORES E BICAMPEÃO MUNDIAL DE CLUBES. 22 vezes campeão paulista. 8 vezes campeão brasileiro, e com a honra de ter tido Pelé, o Atleta do Século XX, único da história das Copas do Mundo, três vezes campeão, o Santos FC entrou no rebaixamento do Campeonato Brasileiro de 2021, com o 0 x 0 entre América Mineiro e Bahia, na noite de ontem (16), no estádio Independência, em Belo Horizonte. Doloroso, mas verdadeiro.

NIVELADO POR BAIXO, o Santos está em décimo sétimo lugar, empatado em pontos (28) e vitórias (6) ao Juventude, décimo sexto, e empatado em pontos ao Bahia, décimo quinto, com mais uma vitória (7). O saldo negativo de gols do Santos é de 9 (23 a 32); o do Juventude é de 8 (33 a 25), e o do Bahia é de 10 (28 a 38). Bom lembrar: em 1959, o Santos bateu os recordes mundiais de jogos (99) e de gols (342), com Dorval, Jair Rosa Pinto, Pagão, Pelé e Pepe.

O SANTOS FAZ NA NOITE de hoje (17), na Arena Pernambuco, confronto direto com o Sport, décimo oitavo com 26 pontos, 6 vitórias e saldo negativo de 8 gols (14 a 22), correndo sério risco de ser ultrapassado. Outra ameaça é a do Juventude, que também pode ultrapassá-lo, se vencer o Grêmio, penúltimo com 23 pontos, também com 6 vitórias e saldo negativo de 8 gols (20 a 28). Com 41 participações consecutivas, desde 1959, o Santos nunca foi rebaixado.

FORTALEZA TERCEIRO – No outro jogo de ontem (16), na Arena Condá, em Chapecó, o Fortaleza venceu a Chapecoense por 2 x 1 e terminará a rodada com 45 pontos, 13 vitórias, saldo de 5 gols (35 a 30). O campeão cearense não poderá ser alcançado pelos que jogam hoje (17): Bragantino, quarto com 41, com o Ceará;  Palmeiras, quinto com 40, com o Internacional, e pelo Corinthians, sexto com 40, que completa a rodada amanhã (18) com o São Paulo.

FESTA DO VAR – O lateral cearense Bruno Melo, de 28 anos, fez o primeiro gol do Fortaleza. Rodriguinho, atacante mineiro de 20 anos, estreou marcando o primeiro gol pela Chapecoense. O meia Yago Pikachu, paraense de 29 anos, fez de pênalti o gol da vitória do Fortaleza, em jogo com festa do VAR, que anulou dois gols do Fortaleza, um gol da Chapecoense e confirmou o pênalti. Em último, com 13 pontos, de 10 empates e da única vitória, a Chapecoense é o que mais perdeu (16) e tem o pior saldo negativo de gols (22): 24 marcados, 36 sofridos.

Foto: Diário do Nordeste