O Palmeiras viu a distância do Flamengo aumentar para 13 pontos (68 a 81) e praticamente perdeu a chance de ganhar o bicampeonato, ao empatar (1 x 1) com o Bahia, neste domingo (17), na Arena Fonte Nova, em Salvador. O Bahia completou sete jogos sem vencer e o Palmeiras chegou ao seu décimo 1 x 1 em onze empates.

1 x 1 JUSTO – O Bahia foi um pouco superior no primeiro tempo, mas só conseguiu o gol nos acréscimos, quando Artur Caíke cobrou a falta de Luan em Gilberto. Sem ação, o goleiro Weverton só viu a bola entrar no canto esquerdo. Na volta do intervalo, o colombiano Miguel Borja empatou aos 26, seu primeiro gol no Brasileirão 2019.

VICE E SÉTIMO – O Palmeiras manteve a vice-liderança com 68 pontos, três a mais que o Santos, depois de 19 vitórias, 11 empates, 3 derrotas, 52 gols marcados e 25 sofridos. Se não vencer o Grêmio, domingo (24), em seu estádio, o Palmeiras perderá todas as chances de ainda pensar no bicampeonato.

O BAHIA, mesmo completando sete jogos sem vitória, manteve o nono lugar com 44 pontos, mas agora só um ponto à frente do Vasco, décimo com 43. O Bahia está com tudo igual no número 11: vitórias, empates, derrotas, e o saldo é só de dois gols, 36 a 34. Na Arena Fonte Nova, sexto empate, terceiro no returno.

DOIS CARTÕES – Bruno Arleu Araújo, da Federação do Rio de Janeiro e do quadro nacional da CBF, só advertiu com cartão amarelo os baianos Ronaldo e Flávio, único suspenso do próximo jogo, domingo (24), com o Goiás, no Serra Dourada. R$551.621,00. 23.194 pagantes, em tarde bonita de sol na Arena Fonte Nova, em Salvador.

BAHIA – Douglas Friedrich, João Pedro, Lucas Fonseca, Wanderson e Moisés; Gregore, Flávio (Shaylon, 34 do segundo tempo) e Ronaldo; Elber (Lucca, 17 do segundo tempo), Artur Caíke e Gilberto (Fernandão, 14 do segundo tempo). Técnico – Roger Machado. 

PALMEIRAS – Weverton, Marcos Rocha, Luan, Vítor Hugo e Diogo Barbosa; Tiago Santos, Bruno Henrique, Dudu e Gustavo Scarpa (Lucas Lima, intervalo); Zé Rafael (Willian, 28 do segundo tempo) e Deyverson (Miguel Borja, intervalo). Técnico – Mano Menezes.

Foto:Superesportes