Antes do jogo da tarde deste primeiro sábado (4) de maio, em que o Espanyol de Barcelona venceu (3 x 0) o Atlético de Madrid, na abertura da antepenúltima rodada, os clubes decidiram lançar a proposta, que deve ser aprovada pela Real Federação Espanhola de Futebol, para a criação do Dia do Goleiro. É uma homenagem a Iker Casillas, ainda em recuperação, após o infarto do miocárdio sofrido na manhã do dia 1 de maio, durante treino do FC Porto.

O Dia do Goleiro na Espanha será 20 de maio, quando Casillas completará 38 anos, nascido em 1981. Ele disputou 725 jogos pelo Real Madrid, de 1998 a 2015, ganhando 16 títulos, incluídos cinco campeonatos espanhóis, quatro Supercopas da Espanha, três Ligas dos Campeões e um Mundial de clubes. Casillas participou de seis categorias da seleção, da sub-15 a sub-21, até ser o capitão da única da história da Espanha, campeã do mundo em 2010. Foram 167 jogos pela seleção principal, de 2000 a 2016.

GOLEIROS-CAPITÃES – Iker Casillas faz parte de um grupo seleto de goleiros que foram campeões do mundo como capitães de seleção. O primeiro da história foiGianpiero Combi, em 1934, quando a Itália ganhou a primeira de suas quatro Copas – as outras foram em 1938, primeira bicampeã, 1982 e 2006) -, e depois, o segundo goleiro italiano, Dino Zoff, em 1982. Casillas foi o terceiro, em 2010, quando a Espanha ganhou sua única Copa, primeira na África, e o mais recente, Hugo Lloris, francês campeão em 2018.

Eleito cinco anos consecutivos como melhor do mundo, de 2008 a 2012, pelo Instituto de História do Futebol, baseando-se em relatos dos observadores, Casillas tornou-se o primeiro goleiro com 100 vitórias pela seleção da Espanha, em julho de 2012, na goleada (4 x 0) sobre a Itália, em uma das finais mais emocionantes da Liga dos Campeões da Europa. Ganhou as Luvas de Ouro.

BOA RECUPERAÇÃO – Casillas está em franca recuperação, após ser submetido a um cateterismo cardíaco, ao sofrer no dia 1 de maio, durante treino do FC Porto, um infarto do miocárdio. A informação é do médico Nelson Puga, o que deixou ainda mais aliviada a mulher do jogador, Sara Carbonaro, de 35 anos, jornalista e apresentadora da Telecinco, de Madrid. Segundo ela, “o médico disse que Casillas continua internado apenas por precaução”.

Foto: A Bola