A EXPRESSÃO DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS, do inglês “Two weigthts and two measures”, também consta na Bíblia, “Não carregueis convosco dois pesos, um pesado e o outro leve, nem tenhais à mão duas medidas, uma longa e uma curta”. O Flamengo desconhece ambas e decidiu demitir o roupeiro Cleber Reis, no clube há 22 anos, porque ele, vereador eleito em 2020, seria candidato a deputado em 2022.

A NOTÍCIA SURPREENDEU E ATÉ CHOCOU os jogadores, que gostavam muito do trabalho eficiente de Clebinho, assim tratado por todos. O meia Gerson, antes de ir para a França, deu-lhe um carro de presente. Cleber Reis foi demitido na madrugada de domingo (3), no aeroporto do Rio, ao voltar de Santos com a delegação, depois de ser chamado para uma conversa com dois dirigentes do Flamengo.

CLEBER REIS é de Bom Jesus do Itabapoana, município do Norte do estado do Rio de Janeiro, a 250 km da capital, e bem cotado como vereador, anunciou em suas redes sociais que será candidato a deputado estadual em outubro, e manteve a decisão, mesmo depois de orientado pelo vice-presidente de futebol do Flamengo a desistir. Ele disse que nunca usou o clube para fins políticos nem deixou de cumprir o trabalho.

O ROUPEIRO RESSALTOU que sempre deu prioridade ao Flamengo no dia a dia: “Nunca deixei de fazer bem feito o trabalho no clube. Só nas folgas é que cumpria minha agenda política, sem usar o nome do clube e sem prejudicar o clube em nada”. Gerson Reis sempre manteve bom relacionamento com todos os jogadores, que também o tratavam com muita atenção.

O VICE-PRESIDENTE DO FLAMENGO, eleito vereador em 2020, quer se lançar candidato a deputado federal em 2022. O clube analisa os casos de forma diferente, deixando de lado a consagrada expressão popular: o dirigente ocupa cargo estatutário e o roupeiro é funcionário remunerado. O que pode não anular os dois pesos e as duas medidas, mas confirma que a corda arrebenta sempre do lado mais fraco.

Foto: TV FLA