A NOITE DA RODADA 29 FOI DESASTROSA PARA O VASCO, que caiu do sexto para o oitavo lugar, ao perder por 1 x 0 para o Sampaio Corrêa, que não vencia há sete jogos. Mesmo com 10, pela expulsão do lateral Luis Gustavo, no final do primeiro tempo, o campeão maranhense ganhou com o gol de cabeça do zagueiro Allan Godoi, aos 20 minutos, e o goleiro Luis Daniel defendeu pênalti de Nenê, aos 50 minutos, na primeira derrota do técnico Fernando Diniz em 6 jogos.

O VASCO TERIA FICADO A 2 PONTOS DO GOIÁS, quarto com 48, mas, com a décima derrota, foi ultrapassado pelo CSA, com 45, que goleou o Brusque por 4 x 1, e pelo Guarani, com 45, que venceu o Londrina por 3 x 0. Com 43 pontos, o Vasco é oitavo, já pressionado pelo Náutico, nono com 41 pontos, e pelo próprio Sampaio Corrêa, décimo com 40 pontos, faltando nove rodadas para a definição dos quatro que estarão na Série A em 2022.

O VASCO FICARÁ FRENTE A FRENTE com o líder Coritiba, no próximo sábado (16), em São Januário, onde terá mais quatro jogos, com CSA, Botafogo, Vitória e Remo. Nos quatro últimos jogos como visitante, os dois primeiros serão confrontos diretos, com Náutico e Guarani, e depois com Vila Nova e Londrina. Os jogos com o Coritiba e o Botafogo, mais próximos da classificação, serão os mais complicados em São Januário.

A ATUAÇÃO DO VASCO NA DERROTA não merece crítica porque o time manteve a pegada do início ao fim da noite de ontem (9), em São Luis, e até mereceu aplausos dos 13.993 torcedores, na Arena Castelão, com R$496.030,00. O nome do jogo foi Luis Daniel, de 28 anos, goleiro pernambucano de 1,86m, com defesas impressionantes em finalizações de Daniel Amorim, Castan e Cano, além do pênalti de Nenê. Ele resumiu: “O jogo da minha vida. Inesquecível”.

VANDERLEI, Zeca (Figueiredo), Castan, Ricardo (Daniel Amorim) e Riquelme; Bruno Gomes, Marquinhos Gabriel e Nenê; Morato, Cano e Gabriel Pec (João Pedro) – o Vasco do técnico Fernando Diniz, que tentou de tudo, com substituições certas. Figueiredo e Daniel Amorim foram os advertidos com cartão amarelo pelo árbitro norte-riograndense Caio Vieira, que teve atuação correta. Acertou na expulsão, e na anulação de um gol de Nenê, por impedimento de Gabriel Pec.

Foto: Esporte News Mundo