Escolha uma Página

DEPOIS DE 616 JOGOS, 59 gols e 30 títulos em 15 anos, o zagueiro Gerard Piqué foi aplaudido de pé pelos 92 mil torcedores no Camp Nou, ao dizer antes da vitória do Barcelona sobre o Almeria por 2 x 0: “Eu nunca quis ser jogador. Só queria ser jogador do Barcelona”. Aos 35 anos, ele se retira como uma lenda.

PIQUÉ DISSE MAIS, aumentando a emoção dos torcedores: “O futebol me deu tudo. O Barcelona me deu tudo. Vocês me deram tudo”, e retribuiu com aplausos. Ele foi 8 vezes campeão espanhol; 3 vezes campeão mundial de clubes; ganhou 4 Ligas dos Campeões; 4 Copas do Rei da Espanha e 5 Supercopas da Espanha.

O BRASILEIRO Kaiky, de 18 anos, zagueiro do Almeria, comprado do Santos em julho por 7 milhões de euros (R$37 milhões), fez pênalti com a mão, logo aos 4 minutos, mas o polonês Lewandowski, artilheiro do campeonato com 13, mandou fora, com o goleiro Fernando Martinez só olhando a bola sair à sua direita.

BARCELONA 2 x 0 ALMERIA foi interrompido por dois minutos, aos 37 do 2º tempo, para que Piqué abraçasse a todos os companheiros, antes de deixar o gramado, substituído pelo zagueiro dinamarquês Andreas Christensen, de 26 anos. Os torcedores voltaram a se levantar para aplaudi-lo. Saiu em lágrimas.

O BARCELONA venceu o Almeria por 2 x 0, gols do francês Dembélé e do holandês Frenkie De Jong, e com 34 pontos assumiu a liderança, que o Real Madrid, com 32, pode recuperar amanhã (7), no encerramento da 13ª rodada, se vencer o Rayo Vallecano. O jogo será no estádio de Vallecas, a 10 km da capital Madrid.

OUTRO JOGO ALEGRE para os torcedores do Barcelona, neste primeiro domingo (6) de novembro, foi o da goleada de 4 x 0 sobre o Real Madrid, no Campeonato Espanhol Feminino. O jogo foi no estádio Di Stefano, em Valdebebas, município de Madrid, utilizado pelo Real Madrid para os eventos de menor porte.

NO ÚLTIMO JOGO deste domingo (6) da 13ª rodada, o clássico sevilhano terminou sem vencedor no estádio Benito Villamarin. Jesus Navas fez o gol do Betis e o meia sérvio Nemanja Gudelj empatou para o Sevilha, 17º. O Betis é 3º, e o Atlético de Madrid, do técnico argentino Diego Simeone, 4º.

Fotos: Outlook India, Sports Mole e Xavier Bonilla/NurPhoto via Getty Images