Escolha uma Página

O BOTAFOGO CAIU PARA 3º, após o empate amargo em 1 x 1 com o Santos, na tarde de hoje (26), no Estádio Nilton Santos, onde completou três meses da última vitória, 3 x 0 sobre o Bahia, na abertura do returno, em 27 de agosto. A vitória que deixou escapar, aos 45 do 2º tempo, quando sofreu o gol de cabeça do zagueiro Messias, o teria mantido na liderança, que ocupou em 31 rodadas, até entrar em acentuado declínio de oito jogos sem vencer. quatro empates e quatro derrotas, duas de virada por 4 x 3, em seu próprio estádio, para o Grêmio e o Palmeiras.

FOI O SEGUNDO EMPATE consecutivo do técnico gaúcho Tiago Nunes, que se defendeu das críticas às cinco substituições, por entender que “não tiveram ligação com o resultado”. Uma das novidades na escalação foi o recuo do meia Danilo para a lateral. Ele teve bom desempenho e fez o gol aos 11 minutos, completando de cabeça a falta bem batida pelo meia Eduardo, mas não disputará o próximo jogo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

O BOTAFOGO do oitavo jogo sem vitória: Lucas Perri, Danilo, Adryelson, Victor Cuesta e Tchê Tchê; Marlon, Gabriel Pires (Bastos) e Eduardo (Luis Henrique); Junior Santos (Segovia), Tiquinho Soares (Janderson) e Victor Sá (Di Placido). Para tristeza da torcida, que apoiou desde o início, esgotando sempre os ingressos, o time deixou escapar o título que parecia ter sob controle, depois de vencer os 10 jogos do turno, 7 sem sofrer gol.

BOTAFOGO 1 x 1 SANTOS registrou R$1.197.625,00. 26.548 pagantes. 29.387 presentes no Estádio Nilton Santos. Foi o 31º empate em 101 jogos com o Santos, que venceu 40 e perdeu 30. O 11º empate levou o Santos ao 14º lugar, com 43 pontos, e a se manter há sete jogos sem perder, embora voltando a sofrer gol após três jogos. A última derrota foi a de 7 x 1 para o Internacional, na 28ª rodada, em 22 de outubro, na Arena Beira Rio, em Porto Alegre.

PALMEIRAS MANTÉM LIDERANÇA 

EMBORA DUAS VEZES em desvantagem, e com menos um, desde os 14 minutos do 2º tempo, quando o zagueiro paraguaio Gustavo Gomez, capitão do time, foi expulso com o cartão vermelho direto, por falta no meia Calebe, o Palmeiras manteve a liderança, pelo saldo de gols, ao empatar em 2 x 2 com o Fortaleza, na noite de hoje (26), na Arena Castelão. R$990.006,00. 40.382 pagantes.

O FORTALEZA abriu o placar aos 20 minutos, com Tiago Galhardo, que substituiu o argentino Martin Lucero, lesionado. O Palmeiras empatou aos 21 do 2º tempo, com Raphael Veiga, de fora da área, mas o Fortaleza voltou a ficar em vantagem aos 25, com o gol de Calebe. O empate final, aos 32, foi com o gol de Zé Rafael, após assistência de cabeça do zagueiro Murilo. O Fortaleza, do técnico argentino Juan Pablo Vojvoda, chegou ao oitavo jogo sem vitória.

O LÍDER PELO SALDO DE GOLS: Weverton, Marcos Rocha (Artur), Gustavo Gomez e Murilo; Mayke, Richard Rios (Rony), Raphael Veiga (Fabinho) e Piquerez; Breno Lopes (Vanderlan) e Endrick (Naves). O técnico Abel Ferreira e seu assistente João Martins foram advertidos com cartão amarelo pelo árbitro mineiro André Luis Bento. Nos três jogos finais, com América Mineiro e Fluminense, em casa, e Cruzeiro, no Mineirão, o Palmeiras só depende das próprias forças.

VITÓRIA SEM JOGAR BONITO

O TÉCNICO ARGENTINO Eduardo Coudet disse que “o Internacional não precisava jogar bonito, precisava vencer”, e foi assim que comemorou o 1 x 0 sobre o Bragantino, na noite de hoje (26), na Arena Beira Rio, em Porto Alegre. O atacante equatoriano Enner Valencia marcou o gol, de pênalti, aos 30 minutos do 1º tempo. Com a 12ª vitória, o Inter subiu ao 11º lugar, com 46 pontos, e o Bragantino, com a 8ª derrota, caiu para o 6º lugar com 59 pontos.

29º 0 x 0 EM 349 JOGOS

NO MORUMBI, São Paulo e Cuiabá ficaram no 29º jogo empate sem gol, em 349 jogos, na Série A de 2023. Foi o sexto 0 x 0 do tricolor paulista, 10º com 47 pontos, e o terceiro do Cuiabá, 9º com 48 pontos. O Campeonato Brasileiro de 2023 registra 878 gols em 349 jogos, média de 2.52 gols por jogo. O total de público é de 6.665.710, média de 26.452 por jogo. O Palmeiras tem o ataque mais positivo (58) e o artilheiro é o carioca Paulinho, do Atlético Mineiro, com 17 gols.

GOIÁS E CRUZEIRO completarão a 35ª rodada, na noite desta 2ª feira (27), no estádio da Serrinha, em Goiânia. 17º com 41 pontos, o Cruzeiro sairá do rebaixamento e recolocará o Bahia, 16º com 41, e ao mesmo tempo, fará o Vasco, 15º com 42 pontos, descer para o 16º lugar. Mesmo que o Goiás não se mantenha, o futebol goiano já tem representante certo na Série A de 2024, o Atlético Goianiense, que ficou com a última vaga da Série B.

Fotos: Fogão Net e Jovem Pan