Foto: Site Oficial do Palmeiras

O surpreendente empate com o lanterna e já rebaixado Paraná – 1 x 1, no estádio do Café, em Londrina – reduziu a vantagem do líder Palmeiras para o Flamengo, novo vice-lider, em cinco pontos –  71 a 66 -, faltando só três rodadas para o fim do Brasileirão 2018. Foi o nono empate do Palmeiras em 17 jogos fora de casa, mas o time ampliou o recorde de invencibilidade da história do campeonato, desde que passou a ser disputado por pontos corridos, em 2003, com 14 vitórias e 6 empates.

O Palmeiras pode ser campeão quarta (21), se vencer o América Mineiro, em São Paulo, desde que o Flamengo não ganhe do Grêmio, no Maracanã, e o Internacional, que caiu para o terceiro lugar, não vença o Atlético Mineiro, em Porto Alegre. Dos 11 empates do Palmeiras, foi o nono como visitante, sexto 1 x 1. O Paraná vendeu o jogo para Londrina, a fim de arrecadar, de vez que, com o rebaixamento do time, a torcida deixou de ir aos jogos em Curitiba. O estádio do Café, no norte do estado, recebeu neste domingo (18) 27.603 pagantes. R$1.953.570,00. 

CHUVA E VENTANIA – O Palmeiras foi prejudicado no primeiro tempo, por ter jogado contra a forte ventania, que em lance muito curioso impediu que o tiro de meta batido pelo goleiro Weverson ganhasse distância e apenas altura, voltando na direção do seu gol. O Paraná aproveitou e fez 1 x 0, gol do volante Keslley aos 35, em seu segundo jogo no time principal, de acordo com o plano do técnico Dado Cavalcante de renovar o elenco para a campanha da Série B em 2019.

Além de Keslley, autor do belo gol deste domingo (18), o técnico já promoveu o zagueiro Paulo Fales, os meias Vitinho, Bruno e Rodrigo Carioca. Último e já rebaixado, o Paraná chegou aos 22 pontos com o nono empate – sétimo 1 x 1 e dois 0 x 0 -, como mandante, após cinco derrotas e só três vitórias. O time encerra a campanha na Série A com mais dois jogos em casa, Ceará e Botafogo, e na rodada final, dia 2 de dezembro, jogará em Porto Alegre com o Internacional.

Foto: Reprodução / espn.com.br

DOIS PÊNALTIS – O árbitro Bruno Arleu Araújo, da Federação do Rio de Janeiro, deixou de marcar pênalti claro do zagueiro Jesiel em Dudu, atacante do Palmeiras, aos sete do segundo tempo, mas logo em seguida acertou em marcar o pênalti de Jhony, que usou o braçoGustavo Scarpa, ex-Fluminense, bateu de canhota no ângulo direito e fez o gol de empate, aos nove minutos. O Palmeiras pressionou muito pela virada, mas o Paraná se fechou e soube manter o resultado (1 x 1).

A LIDERANÇA – Com certeza, o Palmeiras foi surpreendido pela boa atuação do Paraná, mas, apesar do tropeço, manteve a liderança com 71 pontos em 35 jogos – 20 vitórias, 11 empates, 4 derrotas, ataque mais positivo (56) e defesa menos vazada (24). Depois do jogo de quarta (21), com o América Mineiro, em São Paulo, o Palmeiras irá ao Rio para jogar com o Vasco e na última rodada, em Salvador, com o Vitória.