DOIS RESERVAS marcaram no 2º tempo os gols de Espanha 1 x 1 Alemanha, o melhor dos 28 jogos da fase de grupos da Copa do Mundo de 2022, na noite deste último domingo (27) de novembro, no estádio Al Bayt, no Catar. Alvaro Morata, aos 16 minutos, fez o da Espanha, e Niclas Fullkrug empatou aos 37. 

A ESPANHA, com 4 pontos, só precisa do empate com o Japão, 2º com 3 pontos, e se vencer, será 1º do Grupo E. Já a Alemanha, com 1 ponto, será 2º, se vencer a Costa Rica, 3º com 3, no outro jogo da última rodada da fase de grupos, 5ª feira (1). Até agora, em 28 jogos, a Espanha venceu com a maior goleada: 7 x 0 na Costa Rica.

ALVARO MORATA igualou-se a Raul Gonzalez Blanco, 3º maior goleador do Real Madrid, como maior artilheiro da seleção, com 61 gols, desde a categoria sub-17. O gol como estreante em Copa foi o 29º pela seleção. Morata nasceu em 1992 e nasceu no mesmo dia de Pelé: 23 de outubro. Joga na Juventus, emprestado pelo Atlético de Madrid. 

NICLAS FULLKRUG, de 29 anos, também estreante em Copa, fez o gol que evitou o que seria inédito na história da seleção alemã: perder os dois primeiros jogos. Ele é do Werder Bremen, e antes do jogo, gosta de ouvir Eye of the tiger (Olho do tigre), música do filme Rock 3, de Silvester Stallone, em que o protagonista precisar treinar muito, tanto a mente quanto o físico, para vencer uma grande luta.

ESPANHA 1 x 1 ALEMANHA foi muito intenso do início ao fim, com as seleções buscando sempre o gol. No 1º tempo, o zagueiro Antonio Rudiger, único negro da seleção alemã – os pais são de Serra Leoa, África Ocidental -, marcou de cabeça, e Ferran Torres isolou na frente do goleiro, mas estavam impedidos.

MORATA substituiu Ferran Torres aos 8 e fez o gol aos 16, na pequena área, de pé direito, no ângulo, após cruzamento rasteiro do lateral Jordi Alba. FULLGRUG substituiu Thomas Muller aos 26 e fez o gol aos 37, com uma bomba no ângulo, após jogada de Sané, e se antecipando ao próprio companheiro Musiala.

ESPANHA 1 x 1 ALEMANHA registrou 68.895 espectadores no estádio Al Bayt. O árbitro Danny Makkelie, de 39 anos, Fifa desde 2011, agente da polícia federal holandesa, deu um show de postura. Marcou 24 faltas (13 da Espanha) e advertiu com cartão amarelo Goretzka, Kimmich e Kehrer, e o espanhol Sergio Busquets.

  • MONITORADO pelo árbitro holandês Pol van Boekel, de 47 anos, o VAR de Espanha 1 x 1 Alemanha teve a decisão mais rápida do futebol mundial, no lance do gol anulado do zagueiro alemão Rudiger, por impedimento, ao avisar em 31 segundos ao árbitro de campo. 
  • LUIS ENRIQUE MARTINEZ, técnico da Espanha, é elétrico, superligado. Mesmo ainda faltando a rodada final da fase de grupos, ele já fez projeções: a Espanha, em 1º no Grupo E, poderia jogar nas quartas de final com o Brasil; em 2º, jogaria com Portugal, e nas semifinais com França ou Inglaterra ou Argentina. 
  • ANTES DO JOGO, Luis Enrique manteve o hábito diário de andar de bicicleta, e antes de sair para o estádio fez uma oração pela filha Xana, que completaria 13 anos, neste domingo (27). Xanita, como a tratava, era a caçula dos três filhos e morreu de câncer ósseo em 2019, o que o fez pedir dispensa da seleção.
  • MANUEL NEUER, capitão da Alemanha, será o goleiro recordista de jogos em Copa do Mundo, ao completar o 19º, na próxima 5ª feira (1), contra a Costa Rica, na última rodada da fase de grupos. Campeão em 2014, Neuer vai superar os 18 jogos de Taffarel, campeão em 1994, e de seu compatriota Sepp Maier, campeão em 1974.

 VITÓRIA DEPOIS DE SER GOLEADA

NO PRIMEIRO JOGO deste domingo (27), a Costa Rica venceu o Japão por 1 x 0, gol do zagueiro Keysher Fuller, de 28 anos, aos 34 minutos do 2º tempo, com chute de canhota, da entrada da área, diante de 41.479 espectadores no estádio Al Rayyan. Foi o único dos 28 jogos da Copa de 2022 sem chute na direção do gol no 1º tempo.

DEPOIS DA VIRADA sobre a Alemanha na estreia por 2 x 1, o Japão decepcionou e deixou de ganhar os dois primeiros jogos de sua história na Copa do Mundo. A Costa Rica havia vencido pela última vez na Copa de 2014, em 26 de junho, na Arena Pernambuco, 1 x 0 sobre a Itália, gol Bryan Ruiz.

O TÉCNICO da Costa Rica é o colombiano Luis Fernando Suarez, ex-zagueiro de 62 anos, campeão da Libertadores de 89 com o Nacional de Medellin, e 10 anos depois, campeão colombiano como técnico em 99. A seleção costa-riquenha é a mais bem-sucedida da América Central e está participando da Copa pela sexta vez.

O TÉCNICO japonês Hajime Moriyasu, ex-volante de 54 anos, não escondeu a decepção: “Ganhamos da Alemanha, uma das mais fortes, e perdemos para a mais fraca”. A derrota para a Costa Rica foi pior do que as derrotas para Jamaica (2 x 1), em 98; para a Austrália (3 x 1), em 2006, e para a Costa do Marfim (2 x 1), em 2014.

MICHAEL OLIVER, inglês de 37 anos, teve arbitragem segura em Costa Rica 1 x 0 Japão, marcando 31 faltas (22 do Japão) e advertindo três jogadores de cada seleção. Estreou como árbitro mais jovem da Premier League, aos 25 anos e 182 dias. Nas quartas de final da Champions de 2017-18, Real Madrid 4 x 1 Juventus, aplicou 9 cartões amarelos e expulsou o goleiro Buffon.

Foto: REUTERS/Albert Gea, REUTERS/Matthew Childs, EFE/EPA/Friedemann Vogel, REUTERS/John Sibley, REUTERS/Kai Pfaffenbach