Um erro do árbitro Marielson Alves Silva, da Federação Baiana e há seis anos na CBF, prejudicou o Botafogo no 0 x 0 com o Fortaleza, na noite de ontem (16), na Arena Castelão, onde um pênalti claro do lateral-direito Gabriel Dias, do Fortaleza, no meia Bruno Nazario, aos 35 do primeiro tempo, deixou de ser marcado. Foi o segundo jogo sem gol da rodada e do Campeonato Brasileiro 2020, depois de Grêmio x Corinthians, na noite de sábado (15), em Porto Alegre.

MUITO RUIM – O Fortaleza faz campanha muito ruim, com dois derrotas e sem gol marcado em três jogos, depois de perder do Athletico Paranaense (2 x 0), do São Paulo (1 x 0) e do 0 x 0 deste domingo (16), no segundo jogo em casa com o Botafogo, que estreou empatando (1 x 1) fora de casa com o Bragantino. Nos minutos finais, o Fortaleza teve a maior chance de ganhar o jogo, mas o atacante Wellington Paulista não soube aproveitar.

BOTAFOGO – Gatito, Barrandeguy, Benevenuto, Kanu e Victor Luis; Caio Alexandre (Luis Fernando), Honda (Luis Otavio), Bruno Nazario e Guilherme Santos; Luis Henrique (Rhuan) e Mateus Babi. Técnico – Paulo Autuori. Os próximos jogos serão quarta (19) com o Atlético Mineiro, no estádio Nilton Santos, e domingo (23) com o Flamengo, às 11 horas, no Maracanã. O Botafogo ainda tem o jogo atrasado da primeira rodada, adiado porque o Bahia estava disputando as finais do campeonato estadual.

FORTALEZA – Felipe Alves, Gabriel Dias, Juan Quintero, Paulão e Carlinhos (Bruno Melo); Juninho, Felipe e Romarinho (Mariano Vaszquez); David, Osvaldo (Yuri Cesar) e Edson (Wellington Paulista). Técnico – Rogerio Ceni. O Fortaleza será visitante nos próximos jogos, quarta (19), com o Goiás, e dia 26 com o Corinthians. 

TRÊS CARTÕES – O volante Caio Alexandre foi o único do Botafogo advertido com cartão amarelo pelo árbitro Marielson Alves Silva, que também advertiu o zagueiro Paulão e o volante Juninho, do Fortaleza.

SÉTIMO 1 x 1 – No último jogo da terceira rodada, na noite de ontem (16), no Estádio Olímpico de Goiânia, registrou-se o sétimo 1 x 1 em 26 jogos do Campeonato Brasileiro de 2020, entre o Atlético Goianiense, que na estreia havia feito 3 x 0 no Flamengo, e o Sport Club Recife, em seu primeiro empate, após uma vitória e uma derrota. O meia Jorginho fez o gol do Atlético aos 14 do primeiro tempo, e o zagueiro gaúcho Iago Maidana empatou nos acréscimos do segundo tempo, aos 49 minutos, para o Sport.

EXPULSÃO – O árbitro Grazianni Rocha, da Federação do Rio de Janeiro, expulsou o lateral-direito Dudu, do Atlético Goianiense, aos 19 do segundo tempo, por ter voltado ao campo sem autorização. Só dois jogadores, ambos do Sport, foram advertidos com cartão amarelo, o volante William Farias e o meia Ricardinho.

Foto: FramePhoto