A PROCURADORIA do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) deve pedir a interdição do estádio da Ilha do Retiro, após as cenas deploráveis do início da noite de ontem (16), com um dos portões arrombados por torcedores do Sport. A invasão do gramado criou pânico nos jogadores do Vasco, que não saíram mais do vestiário.

O ÁRBITRO paulista Raphael Claus, que atuará na Copa do Mundo, ainda ficou em campo, mas sentiu que o clima não favorecia o reinício do jogo, e também foi para o vestiário depois de alguns minutos. O presidente do Sport, Yuri Romão, disse que “o árbitro teve o aval do Batalhão de Choque da PM, mas não quis reiniciar o jogo”.

EDNALDO RODRIGUES, baiano de 68 anos, primeiro presidente negro da história de 108 anos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), sentiu-se chocado com as cenas a que assistiu, e pediu que os órgãos competentes adotem punições duras. “Não são essas as imagens que queremos ver nos estádios brasileiros” – disse ele.

A PROCURADORIA da Justiça Desportiva repudiou as cenas, que classificou como “profundamente deploráveis e lamentáveis”, no estádio do Sport e na Arena Castelão, em Fortaleza. Torcedores do Ceará arrancaram cadeiras e jogaram no gramado, que depois invadiram, obrigando os jogadores a correrem para o vestiário.

O PROCURADOR-GERAL Ronaldo Piacente disse que se sentiu chocado com as cenas a que assistiu nos dois estádios: “Resta-nos aguardar as súmulas, os videos e os relatórios dos delegados dos jogos. A análise será feita e as medidas punitivas serão duras e enérgicas, a fim de que tais cenas não voltem a se repetir”.

DIRIGENTES DO SPORT acusam o atacante Raniel de ter iniciado a confusão, ao tirar a camisa e provocar os torcedores, após converter o pênalti. Raniel, de 26 anos, formou-se na base do Santa Cruz, arquirrival do Sport, e foi punido com um ano de suspensão, aos 18 anos, em junho de 2014, por uso de substância ilícita.

REVELAÇÃO do Campeonato Pernambucano de 2015 e um dos responsáveis pelo acesso do Santa Cruz à Série A, Raniel foi bicampeão em 2016, ano em que também ganhou a Copa do Nordeste, sempre menosprezando o Sport. Em 2017-18 ganhou a Copa do Brasil no Cruzeiro e foi bicampeão mineiro em 2018-19.

RANIEL foi para o Santos em dezembro de 2019, trocado pelo meia Vitor Bueno, do São Paulo, que depois o cedeu ao Athletico Paranaense. Sem espaço no Santos, Raniel foi emprestado ao Vasco em janeiro. Em sua melhor temporada como goleador, Raniel chegou a liderar a artilharia da Série B de 2022.

DEPOIS DO 1 x 1 de ontem (16), no Recife, o Vasco manteve o 4º lugar com 56 pontos e 15 vitórias, e terá a volta garantida à Série A em 2023, já com a vitória no próximo jogo, sábado (22), com o Criciúma. O jogo seguinte também será em São Januário, com o Sampaio Corrêa, 5ª feira (27)

Fotos: Daniel Ramalho / Vasco, Lance!, UOL, Folha UOL, O Liberal, Folha PE e Esporte DP.