O árbitro Jefferson Ferreira de Moraes, 32 anos, analista de sistemas, goiano de Anápolis, estreará amanhã (5) na Série A do Brasileirão 2019, apitando o jogo de despedida do campeão Flamengo, no Maracanã, com o Avaí, de volta à Série B em 2020, último, só três vitórias, mais derrotas (23), pior ataque (17) e defesa mais vazada (56).

BEM AVALIADO – Jefferson dirigiu jogos da Série B – Criciúma 3 x 1 Oeste e Londrina 3 x 1 Vitória – e da Série C – São José 1 x 1 Paysandu e Tombense 0 x 2 Volta Redonda, entre outros  -, e foi bem avaliado pelos observadores. Em 2018 e 2019, apitou 112 jogos e aplicou 43 cartões amarelos e 35 vermelhos. 

RENOVAÇÃO – O lançamento de Jefferson já faz parte do trabalho de renovação da Comissão de Arbitragem da CBF, de acordo com o ex-árbitro Claudio Vinicius Cerdeira, que em Flamengo x Avaí será o observador do VAR. Os assistentes de Jefferson Ferreira de Moraes, também da Federação Goiana, serão Bruno Pires e Leone Rocha. 

OUTRO ESTREANTE na Série A é Alexandre Vargas de Jesus, 30 anos, carioca e técnico audiovisual federal, formado no Senac, considerado dos mais competentes em montagens e projeção. Árbitro da Federação do Rio de Janeiro desde 2009, atuou em jogos da Copa Rio e da Série B do Brasileiro, sempre elogiado pelos observadores da CBF.

Alexandre Vargas de Jesus apitará na noite de hoje (4), na Arena Condá, em Chapecó, oeste de Santa Catarina, o último jogo da Chapecoense, já eliminada, em seu estádio, com o CSA, que ainda tenta o milagre da permanência na Série A em 2020. Os assistentes serão Claudio Regazone e Michael Correia. No VAR, Rodrigo Nunes de Sá, caxiense de 40 anos.

Foto: remo100porcento.com