O VASCO TERÁ DIFICULDADE para evitar a terceira temporada consecutiva na Série B, se não melhorar o rendimento que apresentou na estreia, ao empatar em 1 x 1 com o Vila Nova, de Goiânia, na noite desta 6ª feira (8) em São Januário. É preciso que contrate jogadores de mais qualidade técnica, capazes de criar e de decidir.

O VASCO SÓ FICOU 3 MINUTOS em vantagem, depois que Raniel aproveitou o rebote do goleiro Georgemy para abrir o placar aos 9. O Vila Nova empatou aos 12, com o gol de cabeça de Arthur Resende, completando escanteio de Mateuzinho. O gol de Edimar foi bem anulado, por falta de Bruno Nazario em Willian Formiga.

VASCO E VILA NOVA não melhoraram na volta do intervalo e o empate se ajustou bem. Menos mal para o Vasco, que teve estreia bem pior na Série B de 2021, ao perder para o Operário, do Paraná, por 2 x 0, no sábado, 29 de maio, em São Januário, dirigido por Marcelo Cabo, primeiro dos três técnicos demitidos. 

INACEITÁVEL A IRRITAÇÃO DE NENÊ, ao ser substituído pelo atacante Getúlio, aos 25 do 2º tempo, menos ainda o desrespeito com as cores do clube, ao tirar com força a braçadeira de capitão e jogá-la à distância. O fato não pode passar sem punição, a menos que o clube se mostre tolerante com atos de indisciplina. 

FOI O 1º EMPATE entre Vasco e Vila Nova, em cinco jogos em São Januário, com três vitórias do Vasco, que nos confrontos da Série B venceu 5 e empatou o 2º. Em 2021, o Vasco venceu (1 x 0) em São Januário e empatou (1 x 1) em Goiânia. O Vila Nova foi 9º, com 51 pontos, e o Vasco, 10º, com 49 pontos, ambos com saldo negativo.

A TORCIDA CONTINUA SENDO o bem mais valioso do Vasco, presente, atuante, fazendo sempre sua parte. Mesmo sem uma equipe à altura de seus anseios e capaz de resgatar o prestígio nacional da marca Vasco, os 16.621 pagantes deram nova e inequívoca demonstração de paixão, além de contribuirem com R$583.486,00.

TIAGO RODRIGUES, Weverton (Vitinho), Quintero, Anderson e Edimar; Zé Gabriel, Yuri Lara (Lucas Oliveira) e Bruno Nazario (Juninho); Gabriel Pec, Raniel (Figueiredo) e Nenê (Getúlio) – o Vasco do 1 x 1 na estreia da Série B 2022 com o Vila Nova, e  visitante, na 2ª rodada, sábado (16), com o CRB, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

LEANDRO VUADEN, gaúcho de 46 anos, teve boa arbitragem. Advertiu Alex Silva e Mateuzinho, do Vila Nova, no 1º tempo, e Zé Gabriel e Yuri Lara, do Vasco. Com o apoio do VAR, acertou na anulação do gol do lateral Edimar, do Vasco, pela falta do atacante Figueiredo no lateral Willian Formiga.