A ESTREIA DO TÉCNICO XAVI HERNANDEZ atraiu 75 mil torcedores, que viram o Barcelona vencer o Espanyol por 1 x 0, na noite de ontem (20), no Camp Nou, e subir duas posições, terminando a 14ª rodada de La Liga em 6º lugar com 20 pontos. O gol do clássico catalão, disputado sempre com muita rispidez, foi do meia holandês Memphis Depay, aos três minutos do segundo tempo, convertendo pênalti, com falta dura que sofreu do zagueiro uruguaio Leandro Cabrera. 

TOQUE DE BOLA – Com apenas uma semana de treinamento, o Barcelona mostrou que voltará a adotar o toque de bola, envolvente, com passes curtos, como na época em que seu novo técnico jogava no meio-campo, com Messi como referência. O time acertou 582 passes, com impressionantes 87% de precisão, chegando com facilidade à área adversária e acertando mais da metade dos chutes na direção do gol (12 dos 16). 

BEM FALTOSO – Barcelona 1 x 0 Espanyol foi bem faltoso e exigiu rigor do árbitro madrilenho Carlos del Cerro Grande, que marcou 26 faltas, nove cometidas pelo Barcelona, que teve quatro dos seis punidos com cartões amarelos. Mas é bom dizer: desde março de 2014 não era marcado pênalti no clássico catalão, e em 14 rodadas do atual campeonato, o Barcelona é o único que ainda não cometeu pênalti: “Jogamos duro, mas sempre com lealdade” – resume o técnico Xavi.

RENOVAÇÃO – O Barcelona está passando por um processo de renovação, e logo em sua estreia, o técnico escalou dois de 17 anos, os meias espanhóis Gavi e Ilias Akhomach, e um de 18 anos, o ponta austríaco Yusuf Demir, emprestado pelo Rapid de Viena. O meia espanhol Nico Gonzalez, de 19 anos, e o ala japonês Abe, de 22 anos, também compõem o grupo. O goleiro alemão Ter Stegen e o meia carioca Philippe Coutinho (29), e o meia Busquets (33), são os mais velhos.

CHAMPIONS – O Barcelona volta ao Camp Nou, terça (23), precisando vencer o Benfica para se classificar para as oitavas de final da Liga dos Campeões. O único garantido no Grupo E, com 12 pontos, é o Bayern Munique, que visitará o lanterna e já eliminado Dinamo de Kiev, na Ucrânia. O Barcelona é vice-líder do grupo, com 6 pontos, e o Benfica, 3º com 4, precisa pelo menos empatar para deixar a definição da segunda vaga para a rodada final.

SEM BRASILEIRO no time, a Real Sociedad, de San Sebastian, assume a liderança com 31 pontos, se vencer hoje (21) o Valencia, no estádio Anoeta, porque o Sevilha, com 28 pontos, empatou (2 x 2) com o Betis. O Atlético de Madrid venceu o Osasuna por 1 x 0, gol do zagueiro paulista Felipe, aos 42 do segundo tempo, e está em 4º com 26 pontos, só a 1 ponto do Real Madrid, 3º com 27, que visita hoje (21) o Granada, 17º com 11 pontos, no estádio Nuevo los Cármenes.

Foto: oGol