Depois de demorado estudo de sua equipe técnica de observadores, a FIFA decidiu limitar para oito, a partir de junho – próxima janela de transferências do mercado europeu -, com o objetivo de evitar os interesses econômicos e não formativos dos jogadores. O limite definido valerá para jogadores com 22 anos ou mais.

De acordo com o anúncio feito na tarde desta terça (14), as limitações de transferências diminuirão a cada ano, começando com sete em 2021-22 e diminuindo para seis em 2022-2023. A limitação desde 2022 não será apenas nas transações internacionais, mas em todas as competições nacionais. Portanto, a partir de 1/7/2022, só poderão ser feitas seis transferências.

Foto: Lance