A União Europeia de Futebol anunciou ontem (25) que a final da Supercopa da Europa – Bayern x Sevilha -, dia 24 de setembro, terá a volta do público, mas só com 30% de ocupação dos 67.215 lugares da Arena Puskas, em Budapeste, capital da Hungria. De acordo com o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, advogado de 52 anos, “é um teste para analisar com precisão o impacto dos torcedores”. O estádio será uma das sedes do Campeonato Europeu de seleções em 2021.

12 TÍTULOS – A decisão da Supercopa vai colocar 12 títulos em campo, os seis de campeão da Liga dos Campeões do Bayern e os seis de campeão da Liga Europa do Sevilha. A Arena Puskas, construída em menos de dois anos, foi inaugurada em 15 de novembro de 2019, no amistoso em que o Uruguai venceu (2 x 1) a Hungria, com dois gols em seis minutos no primeiro tempo, de Cavani aos 15 e Brian Rodriguez aos 21, e o gol húngaro, de Adam Szalai, aos 24 do segundo tempo.

HOMENAGEM – Arena Puskas é da Federação Húngara de Futebol, que decidiu homenagear o maior jogador de sua história e um dos mais notáveis do mundo em todos os tempos. Ferenc Puskas – 1927 – 2006 – foi artilheiro no Honved, com 379 gols em 367 jogos -; no Real Madrid, com 242 gols em 262 jogos -, e na seleção da Hungria, com 84 gols em 85 jogos, na carreira de 1943 a 1966. O Troféu Puskas, de gol mais bonito do ano, foi criado em 2009 pela FIFA para homenageá-lo.

PRIMEIRO TÍTULO – Dirigido por seu ex-atacante Raul, hoje aos 43 anos, o Real Madrid ganhou ontem (25), pela primeira vez, o Campeonato Europeu sub-19, ao vencer (3 x 2) o Benfica, no estádio Colovray, na cidade suíça de Nyon, a 138 km da capital Berna, com dois gols de Gutierrez e um gol de Pablo. O meia Gonçalo Ramos, do Benfica, marcou os dois gols de Portugal e dividiu a artilharia com o italiano Roberto Piccoli, da Atalanta, com 8 gols cada. O campeonato é disputado desde 2013-14 e foi ganho antes por Barcelona e Chelsea – dois títulos cada -, Porto e Salzsburg, da Áustria.

BELA CAMPANHA – Antes de vencer o Benfica na final de ontem (25), o Real Madrid ganhou dos italianos Juventus (3 x 1) e Inter de Milão (3 x 0), e do austríaco Salzsburg (2 x 1). Bom dizer: Raul Gonzalez Blanco, madrilenho de 43 anos, técnico do sub-19, é o recordista de jogos do Real Madrid, com 741, e segundo maior artilheiro, com 323 gols, entre 1994 e 2010. Ganhou 16 títulos, destacando-se 6 campeonatos espanhóis, 4 Supercopas da Espanha, 3 Ligas dos Campeões e 2 Mundiais de clubes.

Imagem: Clutchpoints