Corinthians e Palmeiras começam a decidir em clima tenso o título paulista de 2020. A grande arrancada do Corinthians, com quatro vitórias consecutivas, quando parecia fora das finais, antes da parada provocada pela pandemia do novo coronavírus, aumentou a motivação do time, enquanto o Palmeiras entrou em declínio, sem ter conseguido ainda uma apresentação convincente. Raphael Claus, cotado para a Copa de 2022, será o árbitro da noite de hoje (5), na Arena Corinthians.

ASCENSÃO – Depois de alguns jogos sem convencer, o técnico Tiago Nunes readquiriu a confiança no time, que ganhou firmeza na marcação e passou a criar mais, principalmente em jogadas pelas laterais, com o bom desempenho de Fagner e Carlos Augusto. A volta do zagueiro Gil, que fez de cabeça o gol do 1 x 0 no último jogo com o Palmeiras, e o retorno do atacante , repatriados da China, aumentaram também a consistência da equipe. O Corinthians entra muito seguro e confiante na reta final.

EM QUEDA – Tentar motivar o time, que ele próprio reconhece ainda não ter mostrado o entrosamento que esperava, é o objetivo de Luxemburgo, técnico de tantos títulos, desde o bicampeonato paulista e brasileiro que o Palmeiras ganhou em 93-94 sob sua orientação. No jogo de hoje (5) há a preocupação com a ausência de Felipe Melo, que não só deu mais estabilidade à defesa, mas também é um líder em campo, transmitindo energia aos companheiros. Ele foi vetado com dores musculares.

CASSIO, Fagner, Gil, Danilo Avelar e Carlos Augusto; Gabriel, Ederson e Luan; Ramiro, Jô e Mateus Vital – o Corinthians que Tiago Nunes, técnico equilibrado e com boa postura, quer ver se soltar ainda mais para engatar a quinta vitória e garantir vantagem no jogo de volta, sábado (8), no Allianz Parque. 

WEVERTON, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gomez e Viña; Patrick, Gabriel Menino e Ramires; Willian, Luiz Adriano e Rony – o Palmeiras que Luxemburgo quer ver mais determinado, tomando a iniciativa e se impondo no jogo desde o início. O técnico acredita que o time poderá corresponder e levar para o segundo jogo, em casa, uma boa vantagem.

Imagem: NitroNews Brasil