Com os 2 x 0 sobre o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba, o Flamengo é o novo recordista de aproveitamento do Campeonato Brasileiro, com 77,3%, superando os 68,4% do Fluminense, último carioca campeão, em 2012. O Palmeiras, atual campeão, só conseguiu 52% em 2018, igualando o pior aproveitamento, do Corinthians, em 2011.

AS DIFERENÇAS – Faltam 13 jogos e o Flamengo precisa ganhar 20 pontos dos 39 que vai disputar para terminar 2019 com mais pontos que o Fluminense, que somou 77 em 2012. O Fluminense ganhou 22 jogos e o Flamengo tem que vencer mais cinco, para superá-lo com 23. O Fluminense só perdeu cinco jogos em 2012 e o Flamengo já perdeu quatro em 2019.

NOVE GOLS – É de quantos o Flamengo, ataque mais positivo de 2019 com 53 gols, precisa para marcar mais que os 61 gols do Fluminense em 2012. Quanto à defesa, o Fluminense sofreu 33 gols em 38 jogos em 2012, e o Flamengo, faltando 13 jogos, sofreu 21 gols em 25 jogos, tendo a quarta defesa mais vazada, depois do Corinthians e São Paulo (16) e do Palmeiras (20).

SETE CAMPEÕES – Desde 2003, quando o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado por pontos corridos, a edição atual de 2019 é a décima sexta. O Corinthians foi o que ganhou mais títulos: 2005, 2011, 2015, 2017. O Cruzeiro ganhou três: 2003 e o bi, em 2014-2015. O São Paulo foi o único tricampeão: 2006-07-08

FLU e PALMEIRAS – Campeão em 2010 com Muricy Ramalho, técnico do tri do São Paulo em 2006-07-08, o Fluminense tornou-se o segundo do Rio com mais títulos dos pontos corridos, ao ganhar 2012 com Abel Braga – 22 vitórias, 11 empates, 5 derrotas, 61 gols pró, 33 gols contra -, somando 77 pontos, mais cinco que o vice-campeão Atlético Mineiro, e tendo também o artilheiro, Fred, com 20.

AS CHANCES – O Flamengo está com todas as chances do segundo título dos pontos corridos. Campeão pela única vez em 2009, o Flamengo – 58 pontos – só tem dois concorrentes: o Santos, terceiro com 48, que só foi campeão em 2004, e o vice-lider Palmeiras, com 50, que tenta o terceiro em quatro anos, após ser campeão em 2016 e 2018.

RAFINHA PODE VOLTAR COM MÁSCARA

O Flamengo trabalha com a hipótese de Rafinha disputar o jogo do dia 23 com o Grêmio, usando máscara de proteção, de acordo com a informação do médico do clube, após a cirurgia bem-sucedida a que foi submetido na noite de ontem (14), em hospital da zona oeste do Rio. Rafinha fez uma redução da fratura na face, após choque casual com Rony.

RAFINHA sairá do hospital na manhã desta terça (15) para ficar em repouso em casa. Quinta (17) o jogador iniciará a fisioterapia no clube, e além do jogo de amanhã (16) com o Fortaleza, ele também não disputará o Fla-Flu do fim de semana, último antes do jogo com o Grêmio, quarta-feira da próxima semana (23), no Maracanã. 

O FLAMENGO terá o retorno do zagueiro Rodrigo Caio e do artilheiro Gabriel no jogo de amanhã (16) com o Fortaleza, mas não contará com Everton Ribeiro e Bruno Henrique, suspensos pelo terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Atlético Paranaense. Paulo Roberto Alves Júnior, da Federação Paranaense, apitará Fortaleza x Flamengo.

Foto: Coluna do Flamengo