Flamengo e Fluminense caíram mais uma posição com a vitória do Corinthians por 1 x 0, gol de Jô, sobre a Chapecoense, no último jogo da décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, na noite de ontem (8), na Arena Condá, em Chapecó, no oeste de Santa Catarina. O Corinthians, em décimo, subiu três posições, igual em pontos (14) e vitórias (3) ao Fluminense, que caiu para o décimo primeiro, pelo saldo negativo de 1 gol (8 a 9); o do Corintians é de 1 gol (8 a 7). O Flamengo, com menos dois jogos, também caiu uma posição e terminou a rodada em décimo segundo com 12 pontos.

SEIS SEM PERDER – O Corinthians manteve-se invicto como visitante e completou o sexto jogo sem perder no Brasileiro 2021, além de ter subido três posições, chegando ao meio da tabela de classificação, após três empates consecutivos. O  atacante Jô, que decidiu o jogo aos 14 do segundo tempo, fez o quarto gol nos últimos cinco jogos. A terceira vitória em 10 jogos – 5 empates, 2 derrotas – aumentou a motivação para o jogo de domingo com o Fortaleza, na capital cearense.

PIOR DE TODAS – A Chapecoense, ainda sem vitória em dez jogos, está em penúltimo com 4 pontos – 6 derrotas, 4 empates, saldo negativo de 10 gols (8 a 18) -, em sua pior campanha em sete participações na Série A do Campeonato Brasileiro, em que, pela primeira vez, chegou ao décimo jogo sem vencer. O próximo jogo é domingo (11) com o Flamengo, no Maracanã, liberado após a final da Copa América, Brasil x Argentina, amanhã (10).

CÁSSIO, Fagner, João Victor, Gil e Fabio Santos; Cantillo (Xavier), Gabriel e Vitinho; Gustavo (Adson), Mateus Vital (Marquinhos) e Jô – o Corinthians, do técnico Sylvinho, agora mais animado com a evolução do time, que poderia ter vencido a Chapecoense por placar mais amplo, mas o goleiro João Paulo, da Chapecoense, impediu com boas defesas. Pela primeira vez, após dez rodadas, nenhum jogador do Corinthians foi advertido com cartão.

MÉDIA DE 2.23 GOLS
Em 96 jogos do Brasileiro 2021 foram marcados 215 gols, média de 2.23 gols por jogo. Ataques mais positivos: Bragantino (20), Palmeiras, Fortaleza e Bahia (18). Piores ataques: Grêmio (4), Sport (5). Artilheiros: Gilberto (Bahia) 7, Edenilson (Internacional) e Mateus Peixoto (Juventude), 5. Defesas menos vazadas: Corinthians (7), Flamengo e Atlético Goianiense (8). Defesas mais vazadas: Chapecoense (18), Internacional (16), América Mineiro (15).

24 VEZES 1 x 0 – Em 96 jogos, o placar mais registrado foi 1 x 0, em 24 jogos. 2 x 1 em 15 jogos. 1 x 1 e 0 x 0, em 12 jogos.Vitórias dos times mandantes: 38. Vitórias dos times visitantes: 27. Empates: 31. Os quatros jogos adiados: Grêmio x Flamengo (segunda rodada), Cuiabá x Atlético Goianiense (terceira rodada), Athletico Paranaense x Flamengo (quarta rodada) e Cuiabá x Grêmio (quinta rodada).

Foto: Meu Timão