O FLAMENGO EMPATOU COM O BANGU em um gol, na noite de ontem (24), no estádio da Cidadania, em Volta Redonda, e pode perder a liderança da Taça Guanabara, se o Fluminense vencer o Boavista, amanhã (26), no Maracanã. O Flamengo soma 11 pontos em cinco jogos, e o Fluminense, 9 pontos em três jogos.

O GOL DO BANGU foi do estreante Renatinho, aos 43 minutos. No início do 2º tempo, mal orientado, o time passou a trocar passes na própria área, e numa saída errada, Lorran empatou aos 10 minutos, com chute no ângulo esquerdo. O Flamengo tentou a virada e chegou a criar boas chances, mas não soube finalizar.

O ZAGUEIRO RODRIGO CAIO reapareceu depois de seis meses, recuperado de cirurgia no joelho esquerdo, após o choque com Du Queiroz, aos 22 minutos do 1º tempo, na derrota por 1 x 0 para o Corinthians, gol contra de Rodinei, pelo Campeonato Brasileiro, no domingo, 10 de julho de 2022, na Arena Corinthians.

RODRIGO CAIO nada sentiu nos 60 minutos, e foi substituído aos 15 do 2º tempo por Noga, que só jogou dois minutos. Em lance isolado, o zagueiro sentiu uma fisgada na perna e saiu para a entrada do atacante Diegão. A terceira e última substituição foi a do lateral Marcos Paulo pelo atacante Peterson.

MATEUS CUNHA, Wesley, Rodrigo Caio (Noga e depois Diegão), Cleiton e Marcos Paulo (Peterson); Igor Jesus, Everton, Werton e Tiaguinho; Lorran e Mateusão. Técnico – Mario Jorge. O Flamengo só volta a jogar pelo Carioca, dia 1 de fevereiro, com o Boavista, pela 6ª rodada, após 3 vitórias, 2 empates e saldo de 9 gols (11 a 2).

O ATACANTE LORRAN tornou-se o mais novo profissional a fazer gol pelo Flamengo, aos 16 anos, 6 meses e 20 dias, nascido em 4 de julho de 2006. Jovem, Michel  Lorran precisa criar desde logo a própria personalidade. Ao comemorar o gol, disse, imitando Cristiano Ronaldo: “Eu estou aqui”.

BANGU 1 x 1 FLAMENGO registrou R$376.960,00. 10.148 pagantes, no estádio da Cidadania, com bom gramado e boa iluminação. O árbitro Bruno Arleu Araújo, militar, carioca de 39 anos, advertiu com cartão amarelo Marcos Paulo e Igor Jesus, do Flamengo, e Liberato e Adryan.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo