Depois dos 2 x 0 da noite de ontem (1), no Maracanã sobre o Boavista, o Flamengo só precisa de duas vitórias, na semifinal e na final da Taça Rio, para ser bicampeão carioca, de vez que já ganhou a Taça Guanabara. Com um gol em cada tempo, o time foi superior de ponta a ponta. Pedro fez 1 x 0 aos 36, tocando na saída do goleiro, e Gerson, de fora da área, marcou o segundo aos 6 minutos depois do intervalo, com chute forte de fora da área no ângulo.

FLAMENGO – Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Leo Pereira e Filipe Luis; Arão (Tiago Maia), Gerson (Diego), Everton Ribeiro (Michael, única substituição no intervalo) e Arrascaeta (Pedro Rocha); Bruno Henrique e Pedro (Vitinho). Técnico – Jorge Jesus. Gabriel, com dores musculares, poupado. O Flamengo tem 15 pontos – 5 jogos, 5 vitórias – e saldo de 12 gols, com 14 marcados. Será campeão com mais duas vitórias e é franco favorito para conquistar o bicampeonato.

BOAVISTA – Klever, Everton Silva, Douglas, Elivelton e Jean; Fernando Bob (Victor Pereira), Tartá (Renan Donizete, filho do ex-atacante do Botafogo), Vítor Faísca e Michel; Jefferson e Romarinho (Luis Felipe). Técnico – Paulo Bonamigo. O Boavista tentava a segunda vaga, que perdeu com a derrota e com o empate do Botafogo. O time da região dos lagos ficou em terceiro no Grupo A.

DOIS CARTÕES – Atuação tranquila do árbitro Rodrigo Nunes de Sá, que só aplicou dois cartões amarelos, no lateral Jean, no primeiro tempo, e no volante Tiago Maia, do Flamengo, quase no final. O Grupo B será definido nesta quinta (2): o Fluminense, líder com 9 pontos, joga à tarde com o Macaé, e o Volta Redonda, vice-líder com 7, joga em casa com o Resende, às 20 horas, mesmo horário em que o Vasco, quarto com 5 pontos, com chance remota, recebe o Madureira, terceiro com 6 pontos, em São Januário.

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo