Escolha uma Página

O SORTEIO DOS JOGOS da terceira fase da Copa do Brasil foi bom para o Flamengo, único do Rio que decidirá a vaga no Maracanã, na última semana de abril, com o Maringá, fundado em 2010, e em cinco anos no Campeonato Paranaense, vice-campeão em 2022. É a primeira vez que Maringá e Flamengo se enfrentarão.

O JOGO DE IDA, 4ª feira, 12 de abril, no estádio Willie Davids, de 16.200 lugares, em Maringá, terceira maior cidade do estado do Paraná, a 436 km da capital Curitiba. O nome da cidade foi inspirado na canção Maringá, Maringá, do compositor e médico mineiro Jouber de Carvalho (1900-1977), autor de outros grandes sucessos.

O FLUMINENSE decidirá a vaga nas oitavas de final com o Paysandu, dia 26 de abril no Mangueirão, em Belém, após receber o maior campeão paraense com 48 títulos
dia 12 no Maracanã. O Fluminense ganhou 11 dos 22 jogos e o Paysandu venceu 2 e houve 9 empates. As equipes se enfrentarão pela terceira vez na Copa do Brasil.

O RETROSPECTO da Copa do Brasil é amplamente a favor do Fluminense, que venceu os quatro jogos com o Paysandu, desde sempre tratado por sua apaixonada torcida como Papão. Em 2002, o Fluminense eliminou o Paysandu com 2 x 0 no Rio e 2 x 1 em Belém, e em 2015, com 2 x 1 no Mangueirão e no Maracanã.

O BOTAFOGO, único do Rio que ainda não ganhou a Copa do Brasil, receberá o Ypiranga, de Erechim, dia 12, no estádio Nilton Santos, e fará o segundo jogo, dia 26, no Colosso da Lagoa, de 22 mil lugares, no Norte gaúcho. Erechim, onde nasceu o ex-volante Paulo Cesar Carpegiani, fica a 375 km da capital Porto Alegre.

O NOVA IGUAÇU participa pela 4ª vez da Copa do Brasil, em confronto inédito com o América Mineiro, que disputa a 25ª e obteve a melhor colocação em 2020, quando chegou à semifinal. O primeiro jogo dia 12 em BH, e o 2º, dia 26, no Laranjão, apelido dado ao estádio, quando Nova Iguaçu era o maior exportador de laranja.

O FUTEBOL DO RIO se ressente da ausência do Vasco na terceira fase da Copa do Brasil, por ter sido eliminado nos pênaltis, em São Januário, pelo ABC de Natal. Em 2023 a premiação da Copa do Brasil teve aumento de 19%, com o total de R$420 milhões. Na soma das fases, o campeão pode ganhar mais de R$90 milhões.

Foto: Coluna do Fla