Dezenove rodadas depois de ter demitido Luiz Felipe Scolari, após a derrota (3 x 0) para o Flamengo, no Maracanã, o Palmeiras demitiu Mano Menezes, depois da derrota (3 x 1) de ontem (1), no Allianz Parque. Outra coincidência: Scolari foi demitido no dia 1 de setembro e Mano Menezes, três meses depois, dia 1 de dezembro.

MUITA PRESSÃO – Em jogo de torcida única, por decisão esdrúxula da justiça paulista, o Allianz Parque só recebeu torcedores do Palmeiras. Revoltados com a má campanha do time, que termina o ano sem título, os palmeirenses até cadeiras atiraram no campo, o que pode causar punição grave para o clube, incluídas as perdas dos mandos de campo.

VINTE JOGOS – Mano Menezes, gaúcho de 57 anos, só conseguiu 11 vitórias nos 20 jogos em que comandou o Palmeiras, empatando 5 e perdendo 4. Ele deixou o time sem vitória nos últimos cinco jogos: 0 x 1 Fluminense, 1 x 2 Grêmio, 1 x 1 Bahia e Corinthians, e 1 x 3 Flamengo, resultado que levou o Palmeiras a perder também a vice-liderança.

NÃO HÁ NOTÍCIA sobre quanto Mano Menezes ganhava no Palmeiras, mas o clube deverá pagar apenas o equivalente a um mês de salário pelo rompimento do contrato, acertado até dezembro de 2020. O presidente Maurício Galiotte anunciou também a saída do vice de futebol Alexandre Mattos, há tempos o alvo principal da revolta dos torcedores.

MAIS UM TABU – Além de esbanjar superioridade sobre o adversário, com 3 x 0 no turno e 3 x 1 no returno, o Flamengo quebrou mais um tabu nos confrontos com o Palmeiras. Depois de duas derrotas e dois empates, no novo estádio do campeão brasileiro de 2018, o Flamengo – campeão brasileiro de 2019 – derrotou o Palmeiras, pela primeira vez, no Allianz Parque.

BELA IDEIA – Ao entrarem em campo para o aquecimento, os jogadores do Flamengo tiveram uma bela ideia: aplaudiram o espaço vazio, onde os torcedores rubro-negros deveriam estar, em jogo que acabou sendo de torcida única, bom repetir, por decisão esdrúxula da justiça paulista. No turno, os torcedores do Palmeiras estiveram no Maracanã, entrando e saindo sem nenhum problema.

BELO GESTO – Mano Menezes esteve antes do jogo no vestiário do Flamengo para cumprimentar o técnico Jorge Jesus e os jogadores pelo título de 2019: “Não poderia deixar de trazer meu reconhecimento a vocês por uma campanha brilhante e uma conquista que tanto mereceram – resumiu o ainda técnico do Pameiras.

PÉ NAS COSTAS – O Flamengo deitou e rolou no Allianz Parque, ganhando do Palmeiras com o pé nas costas. Arrascaeta fez 1 x 0 logo aos 5 minutos, e antes da saída para o intervalo, Gabriel marcou o segundo aos 24. O Palmeiras sequer teve como reagir porque o segundo gol de Gabriel foi no primeiro minuto, aumentando a tensão dos torcedores. O muito que o Palmeiras conseguiu foi o gol do volante Mateus Fernandes aos 39 minutos.

2.22 GOLS/JOGO – Com a vigésima sétima vitória, décima primeira como visitante e sétima no returno, o Flamengo chegou aos 80 gols em 36 jogos, com a média de 2.22 gols por jogo. Fora de casa, o Flamengo marcou 30 e sofreu 15 gols. Gabriel tem 24 gols como artilheiro pelo segundo ano consecutivo do Brasileirão (em 2018 com o Santos).

PALMEIRAS – Jailson, Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Mateus Fernandes, 19 do segundo tempo), Bruno Henrique, Ramires (Scarpa, intervalo) e Lucas Lima (Willian, 9 do segundo tempo); Dudu e Luiz Adriano. Em 18 jogos, o time só havia sofrido uma derrota em casa – 2 x 1 para o Grêmio -, no returno.

FLAMENGO – Diego Alves, Rafinha (Rodinei, 14 do segundo tempo), Rodrigo Caio, Rodolfo e Filipe Luis; Willian Arão, Gerson, Vitinho (Piris da Mota, 25 do segundo tempo) e Arrascaeta; Bruno Henrique (Diego, intervalo) e Gabriel. Técnico – Jorge Jesus, com quem o time só perdeu um jogo – 3 x 0 para o Bahia -, no primeiro turno, em Salvador.

DOIS CARTÕES – O árbitro Ricardo Marques Ribeiro, da Federação Mineira, em seu último ano na FIFA, teve atuação correta. Alertado pela equipe do VAR, revisou o lance do gol de Arrascaeta, que havia anulado, e o confirmou em seguida. Só advertiu dois com cartão amarelo: Rafinha, aos 34 do primeiro tempo, e Vitinho, aos 10 do segundo, ambos por falta dura em Dudu. R$1.291.119,45. 22.219 pagantes no Allianz Parque.

DESPEDIDA – O Flamengo realizará depois de amanhã (4) o último jogo do ano no Maracanã, despedindo-se dos torcedores que bateram todos os recordes de renda e público de 2019 no futebol brasileiro. Depois do jogo com o Avaí, o Santos será o adversário da rodada final, domingo (8), na Vila Belmiro.

MUNDIAL – Campeão da Libertadores, o Flamengo decidirá o Mundial de clubes no Catar, provavelmente com o Liverpool, em repetição do que houve há 38 anos na final de 13 de dezembro de 1981, no antigo Estádio Nacional de Tóquio, onde Nunes (2) e Adílio fizeram os gols dos 3 x 0 da histórica conquista.

OUTRO TÍTULO – Depois da conquista do Campeonato Brasileiro sub-20, o Flamengo foi campeão ontem (1) do Brasileiro sub-17, por coincidência derrotando (3 x 0) o Palmeiras, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica, município da Grande Vitória, capital do Espírito Santo. Yuri, Wendel, de pênalti, e Guilherme fizeram os gols. O time é dirigido pelo técnico Maurício Souza.

Foto: Fotoarena e Foto: R7 Esportes