NA ESTREIA do técnico Renato Gaúcho, e com a volta de Gabriel, que fez os três primeiros gols, o Flamengo disparou a maior goleada do Campeonato Brasileiro de 2021, nos 5 x 0 da noite de ontem (18) sobre o Bahia, no estádio de Pituaçu, na região metropolitana de Salvador. Com menos dois jogos, o Flamengo subiu três posições, ultrapassou Fluminense, Bahia e Ceará, e terminou a décima segunda rodada em sexto, com 18 pontos, a 10 do líder Palmeiras.

BEM SUPERIOR – De acordo com sua fisolofia de futebol ofensivo e de não poupar jogadores, mesmo a poucos dias de decisão de vaga, como depois de amanhã (21), em que o empate com o Defensa y Justicia basta para passar às quartas de final da Libertadores, o Flamengo foi bem superior, pressionando o Bahia desde o início, como se fosse o mandante. O time já saiu para o intervalo com 2 x 0, gols de Gabriel, que reapareceu faminto da reserva na Copa América.

RITMO INTENSO – Sem se acomodar com a vantagem, o Flamengo voltou em ritmo ainda mais intenso após o intervalo. Gabriel fez o terceiro aos 17, e um minuto depois foi substituído por Pedro, que marcou o quarto gol aos 29, depois de cruzamento de Vitinho, que fechou a goleada aos 39. Antes dos 5 x 0 do Flamengo no Bahia, as maiores goleadas do Campeonato Brasileiro de 2021 haviam sido as do Fortaleza, de 5 x 1 no Internacional e de 4 x 0 no América Mineiro.

GRANDE SALTO – Nas duas últimas rodadas o Flamengo subiu seis posições, saindo do décimo segundo para o sexto, após a virada (2 x 1) na Chapecoense e a goleada (5 x 0) no Bahia, além de aumentar de 3 para 8 o saldo de gols, agora com 17 marcados e 9 sofridos em 10 jogos. O líder Palmeiras tem 28 pontos em 12 jogos, com 9 vitórias e saldo de 12 gols (24 a 12), e o vice-líder Atlético Mineiro, 25 pontos e 8 vitórias em 12 jogos, com saldo de 6 gols (16 a 10).

GRANDE OBJETIVO – Campeão estadual e da Copa do Brasil no Grêmio e no Fluminense, e único brasileiro campeão da Libertadores como jogador e técnico, Renato Gaúcho tem como grande objetivo a conquista inédita de campeão brasileiro como técnico. Bom lembrar: ele era treinador do Grêmio no último 5 x 0 do Flamengo, no segundo jogo da semifinal da Libertadores 2019, na noite de 23 de outubro, no Maracanã, após 1 x 1 no primeiro jogo na Arena Grêmio.

QUASE A METADE – Na estreia de Renato Gaúcho como técnico do Flamengo no Brasileiro de 2021 ficou bem evidente a filosofia do futebol ofensivo: o Flamengo marcou em um jogo quase a metade dos doze gols que havia feito nos cinco jogos anteriores. O time teve outra postura, impondo-se, acuando o adversário e buscando sempre o gol. Ainda há defeitos a corrigir, mais de finalizações do que de passes, mas isso o treinador irá eliminando treino a treino, jogo a jogo.

DIEGO ALVES, Isla (Rodinei), Gustavo Henrique, Leo Pereira e Filipe Luis (Renê); Willian Arão, Diego (João Gomes), Everton Ribeiro e Arrascaeta; Gabriel (Pedro) e Michael (Vitinho) – o Flamengo da estreia de Renato Gaúcho, a dois meses de completar 59 anos, técnico desde o ano 2000, apresentado a Elias Duba, presidente do Madureira, por Bris Belga, profissional de nível técnico elevado, com relevantes serviços prestados a vários clubes do país.

SEM EMPATE – Foi a segunda vitória do Flamengo como visitante, sem sofrer gol no Brasileiro 2021, depois de 2 x 0 no Cuiabá, equilibrando a estatistica fora de casa, após perder por 2 x 1 para o Atlético Mineiro e 1 x 0 para o Juventude. Nos jogos como mandante, vitórias por 1 x 0 no Palmeiras; 2 x 0 no América Mineiro; 2 x 1 no Fortaleza; a virada (2 x 1) na Chapecoense, e as derrotas para o Bragantino (3 x 2, de virada) e Fluminense (1 x 0). O Flamengo é o único sem empate, e com dois jogos adiados como visitante, com Grêmio e Athletico Paranaense.

ÚNICO AMARELO – Wilton Pereira Sampaio, da Federação Goiana e árbitro de muito conceito na FIFA, um dos cotados para a Copa do Mundo de 2022, teve mais uma atuação segura e correta, aplicando com inteligência a lei da vantagem. Advertiu cinco do Bahia com cartão amarelo, e o único punido do Flamengo foi o meia Diego, que voltou  após contusão, por uma reclamação, sem razão, logo no primeiro minuto do segundo tempo.

DOIS PAULISTAS – O Flamengo terminará julho no próximo domingo (25), no Maracanã, com o São Paulo, com quem tem contas a ajustar, e iniciará agosto, dia 1, com o Corinthians, em São Paulo. Por coincidência, no segundo domingo de agosto (8), jogará no Maracanã com o Internacional, que poderá ser seu adversário nas quartas de final da Libertadores. O Flamengo só precisa do empate no jogo com o Defensa y Justicia; o Inter, também em casa, tem que vencer o Olímpia.

PRIMEIRA VITÓRIA – Depois de seis empates e três derrotas, a primeira vitória do Cuiabá, ontem (18), sobre a Chapecoense, que esteve duas vezes em vantagem no primeiro tempo, e sofreu a oitava derrota (3 x 2), nos minutos finais do jogo na Arena Condá, em Chapecó, com o gol de cabeça de Elton. Os outros gols do Cuiabá foram de Jenison e Felipe Marques. Geuvânio e Inácio marcaram para a Chapecoense, única sem vitória (4 empates, 8 derrotas). 

Fotos: Alexandre Vidal / CRF FLamengo.