A vitória na noite desta primeira terça (4) de junho vale para Flamengo e Corinthians a vaga nas quartas de final, que deixará o vencedor mais perto da conquista do quarto título da Copa do Brasil, segundo torneio mais importante de clubes do país. O Flamengo ganhou em 1990, 2006 e 2013, e o Corinthians em 1995, 2002 e 2009, e ambos perderam as duas últimas decisões para o Cruzeiro, maior vencedor com seis títulos: o Flamengo, em 2017, e o Corinthians, em 2018.

DOIS PRIMEIROS – Na história de 30 anos da Copa do Brasil, iniciada em 1989 – Grêmio campeão, vencendo o Sport na decisão -, Flamengo e Corinthiansforam os dois primeiros a ganhar o título vencendo os dois jogos das finais. O Corinthians em 1995, com 2 x 1 e 1 x 0 no Grêmio, e o Flamengo em 2006, com 2 x 0 e 1 x 0 no Vasco, na primeira decisão entre times da mesma cidade. Só oito anos depois, o Atlético Mineiro também ganhou os dois jogos das finais, com 2 x 0 e 1 x 0 no Cruzeiro, em 2014.

ÚNICA DECISÃO – Flamengo e Corinthians só se enfrentaram uma vez em jogo decisivo, em 1991, pela Supercopa do Brasil, entre o campeão brasileiro (Corinthians) e o campeão da Copa do Brasil (Flamengo) de 1990. O jogo foi na noite de 27 de janeiro de 1991, no estádio do Morumbi, e o Corinthians venceu (1 x 0, gol do meia Neto). O Corinthians era dirigido pelo técnico Nelsinho Batista e o Flamengo por Vanderlei Luxemburgo, tendo em Júnior o destaque do time.

EQUILÍBRIO – Na história de todas as competições de que participam, Flamengo e Corinthians disputarão na decisão da noite de hoje (3), no Maracanã, o jogo de número 133. O Corinthians ganhou 52 dos 132 jogos e o Flamengo venceu 51, registrando-se 29 empates. O equilíbrio também se acentua nos gols marcados: 204 do Corinthians, 202 do Flamengo. Os jogos entre os times mais populares do Rio e de São Paulo estão completando 70 anos, desde o primeiro, em 1949.

GOLEADAS – Em jogos do Campeonato Brasileiro foram registradas as maiores goleadas nos confrontos de Flamengo e Corinthians. Em 17/4/83, no Maracanã, Flamengo 5 x 1. Em 1/9/2013, no Pacaembu, Corinthians 4 x 0. Já nos jogos como visitantes, o Flamengo venceu (4 x 1), em 16/11/2000, no Pacaembu, e o Corinthians ganhou (3 x 0), em 18/7/2012, no Maracanã.

PRÊMIO E VAGA – Só o campeão da Copa do Brasil tem vaga assegurada no ano seguinte na Copa Libertadores. Em 2019, o campeão da Copa do Brasil receberá o prêmio recorde de 3 milhões e 300 mil reais.

CINCO AUSENTES – O Flamengo não contará com o colombiano Cuellar e o uruguaio Arrascaeta, que se apresentaram às suas seleções para a Copa América, mas terá a volta do lateral Renê e do atacante Bruno Henrique, que divide com Gabriel, com quatro gols, a artilharia do Brasileirão 2019. Os ausentes do Corinthians serão Pedrinho e Mateus Vital, com a seleção sub-23 no torneio de Toulon (França), e Fagner, com lesão muscular na coxa.

MÊS DO ÁRBITRO – Flamengo x Corinthians será apitado pelo experiente Leandro Pedro Vuaden, que no próximo dia 29 completará 44 anos, nascido em junho de 1975. Vuaden apitou as finais gaúchas de 2004, 2006 e 2010, e é da FIFA desde 2008, quando foi o árbitro com mais atuações (17) no Campeonato Brasileiro. Em 2011 ganhou o prêmio de melhor árbitro da CBF.

O ÁRBITRO nasceu em Conventos Vermelhos, nome original do pequeno município a 143 km da capital Porto Alegre, que passou a se chamar Roca Salesem 1900. O motivo da troca de nome foi a visita que o presidente argentino Julio Roca – 1843 – 1914 – fez ao Brasil em 1899, retribuída em 1900 por Campos Sales – 1841 – 1913 -, aproximando ainda mais os dois países. Os habitantes de Convento Vermelho aprovaram a mudança com o sobrenome de cada presidente.

Detalhe: paulista de Campinas, Manuel Ferraz de Campos Sales, quarto presidente da República do Brasil – 1898 a 1902 -, gostava muito de futebol. Durante o período em que foi presidente, prestigiou a festa de fundação do Vasco, em 21 de agosto de 1898, e em seu último ano de mandato foi à festa de fundação do Fluminense, em 21 de julho de 1902.