Com o apoio de mais de 50 mil torcedores e previsão de novo recorde no Maracanã, o Flamengo, com 100% de aproveitamento nos jogos como mandante, tenta algo inédito, depois de amanhã (14), no jogo com o Santos: ganhar o título simbólico de campeão do turno, que nunca conseguiu desde que o Campeonato Brasileiro passou a ser por pontos corridos.

ÚNICO TÍTULO – Desde 2003, quando o sistema mudou e passou a ser por pontos corridos, o Flamengo foi líder em 29 rodadas, em 17 campeonatos, mas só conseguiu ser campeão em 2009, com o gol de cabeça do zagueiro cearense Ronaldo Angelim, aos 25 do segundo tempo, na final de 6 de dezembro, no Maracanã, 2 x 1 no Grêmio.

LIDERANÇA TOTAL – Depois de 18 rodadas, o Flamengo é líder de tudo no Brasileirão 2019: mais vitórias (12), mais gols (41), mais saldo (23, com os 18 gols sofridos) e o artilheiro Gabriel (15). O Flamengo tem dois pontos de vantagem (39 a 37) sobre o vice-lider Santos e três à frente do Palmeiras, terceiro com 36 pontos.

OS MELHORES – Flamengo e Santos são os times com melhores desempenhos, a partir da nona rodada, depois da pausa do Brasileirão 2019 para a Copa América. O Flamengo não perde há cinco rodadas e ganhou os três últimos jogos sem sofrer gol (3 x 0). O Santos não perde há três rodadas, mas deixou a liderança escapar na última, ao empatar, na Vila Belmiro, com os reservas do Atlético Paranaense.

FORÇA MÁXIMA – Os times estarão completos no jogo de sábado (14), às 17 horas, no Maracanã. O Flamengo fortalece a defesa com a volta de Rodrigo Caio, que cumpriu suspensão, e o ataque, com o retorno de Bruno Henrique, que estava com a seleção nos amistosos nos Estados Unidos, onde não teve o aproveitamento que merecia.

O Santos terá a volta dos laterais Victor Ferraz, após suspensão, e Jorge, reserva nos amistosos com a Colômbia e o Peru. Também voltam os atacantes Soteldo, que disputou os amistosos da Venezuela, e Derlís Gonzalez, os do Paraguai. O único desfalque será o volante Diego Pituca, suspenso.

OS TÉCNICOS – Únicos dirigidos por estrangeiros, Flamengo e Santos terão também os mais agitados do Brasileirão 2019 na área técnica, representando escolas diferentes no Maracanã. Jorge Jesus, português, 65 anos, e Jorge Sampaoli, argentino, 59 anos, adeptos do futebol ofensivo, gostam de ver seus times no ataque e brigando muito pela posse da bola. Deve ser um jogo rico em detalhes táticos, com o dedo dos técnicos.

FLAMENGO – líder, 39 pontos, 12 vitórias, 3 empates, 3 derrotas, 41 gols marcados, 18 gols sofridos. Ganhou todos os oito jogos como mandante, marcando três gols em cinco e sem sofrer gol em dois: 2 x 0 no Fortaleza e 3 x 0 no Palmeiras. Duas das oito vitórias foram de virada: 3 x 1 no Cruzeiro, na estreia, e 3 x 2 no Atlético Paranaense.

SANTOS – vice-lider, 37 pontos, 11 vitórias, 4 empates, 3 derrotas, 30 gols marcados, 18 gols sofridos. Em nove jogos como visitante, 5 vitórias, 3 derrotas, 1 empate. Não fez mais de dois gols por jogo e em três jogos não marcou, mas conseguiu quatro vitórias sem sofrer gol, todas 1 x 0. 

AS GOLEADAS – Flamengo e Santos dispararam a maior goleada em 18 rodadas e tiveram como vítima o mesmo adversário, o Goiás. O Flamengo fez 6 x 1 no Maracanã – 4 x 1 no primeiro tempo -, na décima rodada, e o Santos igualou os 6 x 1 na Vila Belmiro – 3 x 0 no primeiro tempo -, três rodadas depois.

NA ESPREITA – Quem torce para que não haja vencedor em Flamengo x Santos é o Palmeiras, terceiro com 36 pontos – 10 vitórias, 6 empates, 2 derrotas, 29 gols marcados, 14 gols sofridos -, porque se vencer o Cruzeiro, logo depois no Allianz Parque, ficaria com 39, tomaria a vice-liderança do Santos, com 38, e estaria só a 1 ponto do líder Flamengo, com 40. Ou seja, o segundo sábado de setembro promete muitas emoções no eixo Rio-São Paulo.

Foto: divulgação CBF