Foto: Samuel Oliveira/Flamengo

Mesmo depois de duas goleadas de 4 x 0, no River, do Piauí, e no Jaguariúna, de São Paulo, o Flamengo terminou em segundo no Grupo 15, devido à derrota (1 x 0) para o Trindade, de Goiás, único que venceu os três jogos. Nesta quarta (9), o Flamengo marcou dois gols em cada tempo nos 4 x 0 sobre o Jaguariúna – Rodrigo Muniz (2), Reinier e Rhyan -, na tarde mais quente do ano (36 graus), na região metropolitana de Campinas, e confirmou o segundo lugar, com 6 pontos, 8 gols marcados e 1 gol sofrido.

O TÉCNICO Maurício Souza fez mudanças no time, poupando de parte do segundo jogo o atacante Rodrigo Muniz, que com os dois gols passou a dividir a artilharia com Bill, autor de três gols na estreia, mas apagado na derrota para o Trindade. Time – Yago, Vitinho, Natan, Patrick (Wendell) e Michael (Pablo); Mateus, Gomes (Henrique) e Reinier; Bill, Rodrigo Muniz (Luis  Henrique) e Marx Lenin (Rhyan). Flamengo e Figueirense se enfrentarão amanhã (sexta, 11), às 15 horas, em Jaguariúna

O FIGUEIRENSE, de Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina, adversário do Flamengo no mata-mata, terminou em primeiro no Grupo 16, com 100% de aproveitamento, ao vencer os três jogos. A vitória desta quarta (9) foi sobre o Itapirense, da cidade de Itapira – terra do ex-zagueiro Bellini, primeiro capitão campeão do mundo da seleção brasileira, em 1958 -, e o Figueirense marcou 9 gols e sofreu 3 nos três jogos da fase de grupos. O segundo foi o Botafogo, de Ribeirão Preto, que nesta quarta (9) goleou o CRB de Maceió (5 x 0).

BOTAFOGO e ATLÂNTICO  Segundo do Grupo 9 – 1 vitória, 1 empate, 1 derrota, o Botafogo disputará o mata-mata com o Atlântico Esporte Clube, do município de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, a 15 km da capital baiana. O Atlântico se classificou em primeiro no Grupo 10, empatado com o América Mineiro – 6 pontos, 2 vitórias, 1 derrota -, e ganhou no saldo de gols (3 x 1), marcando 6 e sofrendo 3, enquanto o América fez 6 gols e sofreu 5. O Atlântico EC foi fundado no ano 2000. A partida será amanhã (sexta, 11), às 18 horas,na cidade de São Carlos, região centro-leste do estado, a 254 km da capital.

  • BOAVISTA GOLEADO – Com uma participação muito ruim, o Boavista Sport Club, de Saquarema, terminou em último no Grupo 12, perdendo os três jogos, sofrendo 13 gols e marcando 3. A despedida da edição 50 da Copa São Paulo não poderia ter sido pior, com a goleada (6 x 0), que sofreu nesta quarta (9) do Guarani de Campinas. Antes, o Boavista havia perdido para o Bahia (3 x 1) e para o Taquaritinga
    (4 x 2) , da região central do estado a 333 km da capital paulista. 
  • MADUREIRA EM ÚLTIMO – O Madureira EC, que realiza bom trabalho nas divisões de base, também terminou em último lugar no Grupo 26, ganho pelo Coritiba com 7 pontos, que hoje (9) venceu (2 x 1) o Flamengo, de São Paulo. Na despedida, o Madureira perdeu nesta quarta (9) para o Garulhos (2 x 0), mesmo placar da derrota para o Flamengo, de São Paulo, na estreia. O único ponto do Madureira foi nos 2 x 2 com o Coritiba.
  • FLUMINENSE PELOS 100% – O Fluminense termina nesta quinta (10) a participação na fase de grupos para confirmar o primeiro lugar, depois de 7 x 0 no Parnahyna, do Piauí, e 2 x 0 no Sete de Dourados, Mato Grosso do Sul. O jogo com o Audax, de São Paulo, vale o primeiro lugar do Grupo 23, de vez que os times estão iguais com 6 pontos. O Fluminense tem a vantagem do empate pelo saldo de gols. O Audax fez parte do início da carreira de técnico de Maurício Barbieri, ex-Flamengo, que vai dirigir o Goiás no Brasileirão 2019.
  • VOLTA REDONDA – O jogo desta quinta (10) com o Santo André vale vaga na fase mata-mata da Copa São Paulo. O Volta Redonda ganhou do Paraná na estreia (1 x 0) e por igual placar perdeu o segundo jogo com a Portuguesa, que hoje joga com o Paraná. Cortada pelo rio Paraíba do Sul, Volta Redonda – a Cidade do Aço, por ser sede da Companhia Siderúrgica Nacional – é a maior cidade da região Sul fluminense. Está a 125 km da capital do Rio de Janeiro e a 310 km da capital paulista.