O FLAMENGO ASSUMIU A VICE-LIDERANÇA com os 3 x 1 no São Paulo, mas desceu duas posições e terminou a 2ª rodada em 4º, depois do 1 x 0 do vice-líder Atlético Mineiro e da goleada de 4 x 0 do Bragantino, 3º colocado, no sobe e desce, que será constante na sequência do Campeonato Brasileiro.

O FLAMENGO PRESSIONOU FORTE desde o início e impôs ao São Paulo, que na estreia goleou o Athletico Paranaense por 4 x 0, o 1º gol no Brasileiro de 2022, que Gabriel marcou aos 25, com assistência de Lázaro e com chute rasteiro na saída do goleiro. Ao comemorar, imitou Cristiano Ronaldo: “Eu estou aqui”.

O SÃO PAULO SÓ SE ARTICULOU nos minutos finais e conseguiu o empate aos 41, em falha de Rodinei, que não se antecipou ao a Calleri. O cruzamento de Rafinha foi sob medida e o atacante argentino calculou a impulsão no momento certo para cabecear quase no ângulo, à direita do goleiro Hugo.

NA VOLTA DO INTERVALO, Rogerio Ceni mexeu bem, melhorando o meio com Gabriel Sara no lugar de Pablo Maia, mas o Flamengo continuou com o domínio. Arrascaeta bateu falta na trave aos 22, e aos 24, de fora da área, o lateral Isla fez de canhota o gol mais bonito do jogo, após substituir Lázaro aos 19 minutos.

A ENTRADA DE MARINHO, no mesmo tempo de jogo, no lugar do apagado Rodinei, aumentou o ritmo ofensivo do time, enquanto o São Paulo não conseguia se rearticular. No cruzamento de Marinho, que ocupou bem a faixa esquerda do campo, Arrascaeta desviou de cabeça e tranquilizou de vez o Flamengo: 3 x 1.

A LAMENTAR QUE nos minutos finais, após dividida com o goleiro Jandrei, o meia Mateus França, que substituiu Everton Ribeiro aos 32 do 2º tempo, tenha torcido o tornozelo direito e sofrido fratura da fíbula. O médico do clube informou que o jogador será submetido à cirurgia nesta 2ª feira (18).

MATEUS FRANÇA, carioca, fez 18 anos dia 1 de abril e está entre as mais seguras promessas do futebol, revelado na base do Flamengo, que renovou o contrato dele até 2027, com multa rescisória de R$510 milhões. De acordo com a informação do médico do clube, a previsão é de que voltará aos campos no final de julho.

FLAMENGO 3 x 1 SÃO PAULO, na bela tarde do Domingo de Páscoa no Maracanã, registrou R$2.204.064,00, com 51.094 pagantes, fazendo antever que 4ª feira (20), com torcida única, o jogo com o Palmeiras estabelecerá o recorde de público do Campeonato Brasileiro de 2022.

OITO AMARELOS – O árbitro gaúcho Anderson Luis Daronco soube se impor no jogo. Foi correto na aplicação dos oito cartões amarelos, cinco no 1º tempo, em Rafinha, Pablo Maia e Diego Costa, e Gabriel e João Gomes. No 2º tempo, nenhum do Flamengo punido, só os são-paulinos André, Reinaldo e Leo.

FLAMENGO – Hugo, Rodinei (Marinho, 19 do 2º tempo), Arão, David Luiz e Filipe Luis; João Gomes, Tiago Maia e Arrascaeta (Andreas, 41 do 2º tempo); Everton Ribeiro (Mateus França, 32 do 2º tempo), Gabriel (Pedro, 41 do 2º tempo) e Lázaro (Isla, 19 do 2º tempo). 10 para o técnico Paulo Sousa pelas substituições.

SÃO PAULO – Jandrei, Rafinha, Diego Costa, Leo e Wellington (Reinaldo, 30 do 2º tempo); Pablo Maia (Gabriel Sara, intervalo), Igor Gomes, Rodrigo Nestor e Alisson (André, 30 do 2º tempo); Calleri e Eder (Nikão, 17 do 2º tempo). O técnico Rogerio Ceni mostrou-se feliz ao ser abraçado por todos os jogadores do Flamengo.

Foto: Lance!