Escolha uma Página

O FLAMENGO voltou a não jogar bem, como na vitória sobre o Corinthians, e pode ter problema nos dois últimos jogos da fase de grupos, mesmo no Maracanã, depois do 1 x 1 da noite de ontem (24) com o Ñublense, no Chile. Com 5 pontos, o Flamengo precisa ganhar do Racing, líder com 10 e único invicto, e do Aucas, para quem perdeu na estreia no Equador, para se garantir nas oitavas de final. Daí em diante, só recorrendo à calculadora.

O FLAMENGO não conseguiu vencer como visitante: perdeu na estreia para o Aucas por 2 x 1 no Equador e empatou em 1 x 1 com o Racing na Argentina e com o Ñublense, no Chile. A única vitória do Flamengo, em quatro jogos, foi sobre o Ñublense por 2 x 0 no Maracanã, onde em junho terá que vencer os dois jogos. O Racing lidera com 10 pontos, o Flamengo tem 5, o Ñublense, 4, e o Aucas caiu para o último lugar com 3 pontos.

OS DOIS JOGOS restantes da fase de grupos, em junho, dia 7, Aucas x Ñublense, dia 8, Flamengo x Racing, e no dia 28, Racing x Ñublense e Flamengo x Aucas. O Racing tem saldo de 4 gols (8 a 4), e três vitórias. O Flamengo tem saldo de 1 gol (5 a 4), e uma vitória. O Ñublense, saldo negativo de 3 gols (3 a 6), e uma vitória. O Aucas, saldo negativo de 2 gols (6 a 8), e uma vitória. A previsão era de que o Flamengo seria 1º do Grupo A e o Racing ficaria com a segunda vaga.

SEM A CRIATIVIDADE de Arrascaeta e Everton, o técnico Jorge Sampaoli escalou Vidal, tão mal quanto o outro chileno que o substituiu, Erick Pulgar, e Cebolinha, que pouco fez, e o substituto Victor Hugo nada melhorou. O técnico promoveu a volta de Filipe Luis, que não jogava desde abril, na derrota para o Aucas, e não rendeu, mostrando que o prazo de validade expirou. Pedro foi nulo e Gabriel salvou-se pelo gol, no único chute certo da noite.

MATEUS CUNHA, Varela (Leo Pereira), Fabricio Bruno, David Luiz e Filipe Luis (Ayrton Lucas); Thiago Maia, Vidal (Erick Pulgar), Gerson e Cebolinha (Victor Hugo); Gabriel e Pedro, o Flamengo, sem condicionamento fisico, reconhecido pelo próprio técnico, que ainda não conseguiu fazer o time realizar uma exibição como os torcedores esperam. Sampaoli lamentou o empate e disse que o time não soube sair da pressão da equipe chilena.

PELA PRIMEIRA VEZ, o técnico foi advertido com cartão amarelo, desde que assumiu o Flamengo. Agitado, intranquilo e saindo com frequência, em todos os jogos, dos limites de demarcação da área técnica, Sampaoli não consegue ter o autocontrole que identifica os treinadores equilibrados, como quase todos os europeus. O árbitro uruguaio Esteban Ostojich também advertiu com cartão amarelo Vidal, Gerson e Victor Hugo.

MULTAS PESADAS – A Confederação Sul-Americana de Futebol aplicou ontem (24), multas de 110 mil dólares ao Nacional do Uruguai por seus torcedores jogarem banana e fazerem gestos de macacos para jogadores do Internacional, e de 100 mil dólares ao Racing, por ofensas dos torcedores no jogo de ida da Libertadores, em 4 de maio, no estádio de Avellaneda. A Confederação avisou que as sanções serão ainda mais pesadas em caso de reincidência.

                 SHOW DE BOLA DO PALMEJIRAS NO PARAGUAI

O PALMEIRAS deu um show de bola na vitória sobre o Cerro Porteño por 3 x 0, na noite de ontem (24), no estádio La Olla, em Assunção, e garantiu praticamente a vaga no mata-mata das oitavas de final da Libertadores. O Palmeiras tem 9 pontos, três vitórias e uma derrota, igual ao Bolívar, que lidera o Grupo C por ter mais dois gols de saldo (6 a 4). O time boliviano fez 9 gols e sofreu 3, e o Palmeiras marcou 8 gols e sofreu 4.

O PALMEIRAS fará em casa os dois últimos jogos, em junho, dia 7 com o Barcelona do Equador e dia 28 com o Bolivar, decidindo o 1º lugar do Grupo C. A vitória da noite de ontem (24) sobre o Cerro Porteño por 3 x 0 foi a 23ª em 42 jogos do técnico Abel Ferreira comandando o Palmeiras na Libertadores. Ele é o único técnico estrangeiro que ganhou duas vezes o maior torneio de clubes da América do Sul.

O PALMEIRAS completou 14 jogos sem derrota e o meia Zé Rafael tornou-se o quarto jogador do clube com mais vitórias na Libertadores. O atacante Artur fez os dois primeiros gols, com assistências de Roni, que fechou o placar, voltando a marcar depois de onze jogos. Artur deu cambalhotas na comemoração, apontando para Roni, que desta vez não usou sua marca registrada, preferindo descer as mãos sobre o corpo e dizendo: “Sai pra lá, zica”.

O PALMEIRAS nunca perdeu para o Cerro Porteño no Paraguai. No retrospecto, desde 1999, foi a quarta vitória, segunda consecutiva por 3 x 0. Na estatistica da Libertadores, o Palmeiras é o recordista de invencibilidade, seja como mandante ou visitante. O técnico Abel Ferreira completou 125 vitórias em 210 jogos no Palmeiras, com 370 gols. Domingo (28) o time defende a invencibilidade no Brasileiro ao visitar o Atlético no Mineirão.

                         CORINTHIANS, 8 JOGOS SEM VITÓRIA

O CORINTHIANS completou oito jogos sem vitória, no 0 x 0 da noite de ontem (24) com o Argentinos Juniors, e está em 3º no Grupo E da Libertadores, liderado pelo invicto Argentinos Juniors, com 8 pontos, o dobro do time paulista. O Del Valle é o vice-líder com 6 pontos e será o próximo adversário do Corinthians, no Equador. Na última rodada, quando já poderá estar eliminado, o Corinthians jogará em casa com o uruguaio Liverpool, último colocado.

Foto: Javier Torres/Getty Images e Lance!