O FLAMENGO COMETEU DUAS FALHAS e foi eliminado da Copa São Paulo pelo Oeste por 2 x 0, na noite deste sábado (15), na Arena Barueri, em jogo com raras chances de gol, muito tenso e faltas duras, obrigando o árbitro Clayton Dutra a aplicar 8 cartões amarelos, 4 em cada equipe. O Flamengo cavou a própria eliminação, ao trocar de técnico antes do terceiro jogo, com o mesmo adversário, em que se enfraqueceu, mandando oito jogadores de volta ao Rio.

O INÍCIO DO FLAMENGO, COMPLETO, com as goleadas de 10 x 0 e 4 x 0, dirigido pelo técnico Fabio Mathias, foi animador, mas a equipe caiu de rendimento no último jogo da fase de grupos, em que se classificou em 1º pelo saldo de gols. O time sofreu 3 x 0 do Oeste, mas conseguiu empatar nos minutos finais, já tensos, com provocações entre os jogadores reservas e as próprias comissões técnicas. A eliminação foi o que se pode chamar de tragédia anunciada.

A ÚNICA BOA CHANCE DE GOL no primeiro tempo foi a do meia Petterson, do Flamengo, com chute forte aos 26 minutos, desviado a escanteio pelo goleiro Alê. O Oeste voltou do intervalo um pouco melhor e fez 1 x 0 aos 19 minutos, após saída errada da defesa, que o atacante Popó aproveitou depois do cruzamento de Kauã. Aos 46, o atacante Reifiti Faria, emprestado pelo Corinthians, estava atento e marcou o segundo gol, após a falha de Igor Jesus na saída de bola.

BRUNO (cap), Breno (Samuel), Kayke Soares, Otávio e Igor Jesus; Richard, Kayke David (Pedrinho), Pedro Arthur (Camilo Duran) e Petterson (Carlos Daniel); Victor Hugo (Cassiano) e Matheusão, que reapareceu mal, após cumprir suspensão na vitória sobre o Náutico por 1 x 0, em que o Flamengo já não se mostrou tão superior. Menos culpado, o técnico Luis Felipe Santos não tinha como manter o nível da equipe após o desligamento de oito jogadores.

O FLAMENGO FALHOU na falta de planejamento para uma campanha melhor na Copa São Paulo de 2022, em que foi eliminado por enfraquecer a equipe, desviando os jogadores sub-21 para a preparação para o início do Campeonato Carioca, em que não pretende escalar a maioria dos titulares. Lamentável, mas o clube inicia o ano, tal qual terminou 2021: sem título.

Foto: EBC