Escolha uma Página

O FLAMENGO confirmou o favoritismo e ganhou a Taça Guanabara pela 24ª vez, com uma rodada de antecipação, ao vencer o Fluminense por 2 x 0, na tarde deste último domingo (25) de fevereiro, sob sol forte e temperatura de 39 graus, com sensação térmica de 45, no Maracanã. Com o sétimo gol, Pedro encostou no artilheiro Carlinhos, do Nova Iguaçu, com 8, e Cebolinha marcou o segundo gol.

O FLUMINENSE completou dez clássicos sem vitória, ao sofrer a quinta derrota, segunda para o Flamengo, que venceu o Fla-Flu (2 x 0) da Copa do Brasil de 2023, e dos cinco empates, quatro foram com o Flamengo (três 0 x 0 e um 1 x 1). Dominado na maior parte do Fla-Flu, o Fluminense não só perdeu a invencibilidade, mas a chance de se igualar ao Vasco em títulos da Taça Guanabara.

O TÉCNICO Fernando Diniz ganhou a inédita Libertadores de 2023 e ainda pode ganhar a inédita Recopa Sul-Americana, é reconhecido pela criação do padrão de qualidade da equipe, mas não tem bom retrospecto nos clássicos. Em 29 que disputou, a derrota no Fla-Flu deste domingo (25) foi a 14ª, só conseguindo 6 vitórias e 9 empates, com saldo negativo de 10 gols (25 a 35).

O FLAMENGO não só é o maior vencedor da Taça Guanabara, mas também o único oito vezes campeão invicto, as duas primeiras consecutivas, em 1972 e 1973, e depois em 1980, 1989, 1996, 1999, 2011 e agora em 2024. A festa será no próximo sábado (2), no Maracanã, no jogo da última rodada com o Madureira, 8º com 10 pontos, que perdeu na noite deste domingo (25) para o Bangu por 2 x 1.

O FLAMENGO passa a ter quase o dobro de títulos (24 a 13) que o Vasco, vencedor da primeira, em 1965, mas que não ganha desde 2019. O Fluminense, campeão em 2023, tem doze títulos, e o Botafogo, bicampeão em 67-68, e oito vezes vencedor, ganhou a última Taça Guanabara em 2015, e agora em 2024 perdeu a vaga nas semifinais para o Nova Iguaçu.

O FLUMINENSE não entrou tão desfigurado quanto era esperado, poupando só três titulares, Ganso, Keno e Felipe Melo, de vez que Marcelo, com dores no tendão, talvez nem se recupere para a decisão de 5ª feira (29) com a LDU. O desgaste foi sentido, e o lateral Guga e os zagueiros Tiago Santos e Marlon não voltaram do intervalo, substituídos por Alexsander, Antonio Carlos e Lima.

O ATACANTE PEDRO comemorou o 1º gol, sétimo em jogos oficiais da temporada, aos 8 minutos do 2º tempo, colocando a bola por baixo da camisa e fazendo o sinal, com dois dedos, para revelar que será pai de gêmeos. Ele é casado desde março de 2023 com a psicóloga Fernanda Nogueira. Pedro saiu muito aplaudido, ao ser substituído aos 32 minutos por Gabriel, que não teve boa atuação.

O FLAMENGO, único invicto da Taça Guanabara de 2024: Rossi, Varela, Fabricio Bruno, Leo Pereira e Ayrton Lucas (Matias Viña); Erick, De La Cruz (Igor) e Arrascaeta (c); Luis Araújo (Bruno Henrique), Pedro (Gabriel) e Cebolinha (Victor Hugo). Técnico – Tite. O Flamengo tem 24 pontos, 7 vitórias, 3 empates e saldo de 19 gols (20 a 1).

O FLUMINENSE, que perdeu a invencibilidade: Fabio, Guga (Alexsander), Tiago Santos (Antonio Carlos), Marlon (Lima) e Diogo Barbosa; André (c), Martinelli e Renato Augusto (David Terans); Diego Costa (Kennedy), Cano e Arias. Técnico – Fernando Diniz. O Fluminense, vice-líder, tem 21 pontos, 6 vitórias, 3 empates, uma derrota, saldo 8 gols (15 a 7), e faz o clássico da última rodada com o Botafogo, domingo (3).

FLAMENGO 2 x 0 FLUMINENSE registrou R$2.763.177,00. 51.966 pagantes. O árbitro Yuri Cruz advertiu com cartão amarelo Tiago Santos, Diogo Costa e Lima, e Erick e Arrascaeta. No último jogo da noite, o Boavista venceu o Sampaio Corrêa por 3 x 2, e com a 4ª vitória e 15 pontos, tirou a Portuguesa do 6º lugar com 14 pontos e 3 vitórias.

Fotos: Marcelo Cortes / CRF e Foto Reprodução Internet