Escolha uma Página

A UMA SEMANA DA DECISÃO da Supercopa do Brasil, o Flamengo impôs a maior goleada do Campeonato Carioca, com 5 x 0 sobre o Nova Iguaçu, em tarde de muito calor neste penúltimo sábado (21) de janeiro no Maracanã. R$1.689.608,50. 48.941 pagantes. O Flamengo lidera com 10 pontos em 4 jogos: 3 vitórias, 1 empate.

O FLAMENGO, de uniforme branco, já saiu para o intervalo com 2 x 0, gols de Pedro, aos 13, e Fabricio Bruno, aos 30. A missão ficou ainda mais facilitada com a expulsão do zagueiro Mateus Alves, único advertido do Nova Iguaçu, com dois cartões amarelos, aos 31 minutos. O Flamengo só utilizou cinco titulares no segundo tempo.

NA VOLTA DO INTERVALO, entraram Gabriel, Tiago Maia e Leo Pereira, saindo Mateus França, Gerson e Fabricio Bruno, e aos 16 minutos Arrascaeta e Everton Ribeiro melhoraram ainda mais a qualidade do meio-campo substituindo Erick Pulgar e Cebolinha. Em cinco minutos, 4 x 0, com os dois de Gabriel, aos 17 e aos 22.

PEDRO FECHOU A GOLEADA aos 28, usando a cabeça após a falta de Arrascaeta, e o Flamengo manteve a média de dois gols e meio por jogo, com 10 marcados em quatro jogos, depois do decepcionante 0 x 0 com o Madureira, no primeiro jogo da equipe titular na temporada. 

O TÉCNICO VÍTOR PEREIRA admitiu que “a goleada não nos pode iludir porque nosso nível é bem superior ao do adversário”, e não deixou de dizer que “é preciso melhorar nosso ajuste defensivo”. O técnico deve repetir equipe mista no jogo de 3ª (24) com o Bangu, no estádio da Cidadania, em Volta Redonda.

O TIME DA MAIOR GOLEADA do Carioca de 2023: Santos, Mateuzinho, Pablo, Fabricio Bruno (Leo Pereira) e Filipe Luis, que voltou bem, recuperado de contusão; Erick Pulgar (Arrascaeta), Gerson (Tiago Maia) e Mateus França (Gabriel Barbosa); Marinho, Pedro e Cebolinha (Everton Ribeiro). 

GABRIEL BARBOSA chegou aos 69 gols em 108 jogos no Maracanã, tornando-se o 11º artilheiro do Flamengo com 136, menos 8 que o paraibano Índio, com 144, um dos artilheiros do primeiro tricampeonato do estádio (53-54-55). Tita, campeão da Libertadores e Mundial de clubes de 81, marcou 135 gols em 391 jogos.

ZICO MANTÉM A LIDERANÇA dos artilheiros do Flamengo, com 509 gols em 732 jogos, entre 1974 e 1983, seguido de seu ídolo, o alagoano Dida, com 264 gols em 357 jogos, entre 1954 e 1965. O mineiro Henrique Frade é o 4º artilheiro, com 216 gols em 412 jogos, de 1954 a 1963.

HÁ EMPATE ENTRE O 5º artilheiro do Flamengo. O gaúcho Sylvio Pirilo, do primeiro tricampeonato (42-43-44), marcou 204 gols em 236 jogos, e detém o recorde de 39 gols no Carioca de 1941, e o carioca Romário fez 204 gols em 240 jogos, entre 1995 e 1999. Sylvio Pirilo foi o primeiro técnico a escalar Pelé na seleção, em 1957.

ADVERSÁRIO DO FLAMENGO na decisão da Supercopa do Brasil do próximo sábado (28), no estádio Mané Garrincha, em Brasilia, o Palmeiras recebe o São Paulo, neste domingo (22), no Allianz Parque, para o primeiro clássico do Campeonato Paulista de 2023. O Palmeiras terminou 2022 campeão paulista, brasileiro e da Recopa Sul-Americana, e o Flamengo ganhou a Copa do Brasil e a Libertadores.

Fotos: @marcelocortes_ / CRF / Facebook