Apesar da turbulência provocada pela maior goleada que sofreu em sua história na Libertadores, o Flamengo só precisa de muita calma para passar de fase. Não será o primeiro do grupo, mas vai se classificar, com tempo para se reorganizar. O Grupo A foi o que mostrou mais clareza, antes mesmo do início dos jogos. Flamengo e Independiente del Valle se apresentavam como favoritos, restando a definição do primeiro lugar, que se presumia do Flamengo, até mesmo com certa facilidade.

COM APROVEITAMENTO 100%, não só pelas três vitórias em três jogos, mas pela vantagem no saldo de gols – 11 marcados e nenhum gol sofrido -, o Independiente del Valle será, como está mostrando com méritos, o primeiro do Grupo A. Com a mesma certeza, o segundo será o Flamengo, muito superior ao Barcelona, a quem venceu (3 x 0) no Maracanã, e pode voltar a vencer hoje (22), apesar de todos os problemas e desfalques, em Guaiaquil, e ao Junior Barranquilla, que derrotou (2 x 1) na Colômbia.

O FLAMENGO FOI ANSIOSO pela volta do futebol, em plena fase aguda da pandemia do novo coronavírus, recorrendo às altas esferas pela reabertura do Maracanã. Cercou-se de cuidados para evitar que seus profissionais se contagiassem, mas não teve como evitar algumas baixas. Os vários casos de contaminação contrariaram todas as providências que adotou, e evidenciaram que o vírus não respeita limites. Os muitos exemplos, sentidos na própria pele, devem valer, pelo menos, uma boa reflexão.

Imagem: Youtube