Escolha uma Página

NO REENCONTRO COM MAIS de 60 mil torcedores, na noite de ontem (2), o Flamengo comemorou com derrota a volta ao Maracanã, quatro dias depois de ganhar pela terceira vez a Copa Libertadores e duas semanas após a conquista da quarta Copa do Brasil, quando venceu o Corinthians nos pênaltis.

O FLAMENGO PODERIA ter assumido a vice-líderança do Campeonato Brasileiro, se vencesse, porque se igualaria em pontos (64) ao Internacional, que perdeu horas antes para o América Mineiro, o que deu o título antecipado ao Palmeiras. O prêmio de R$43 milhões ao vice-campeão é o último objetivo do Flamengo em 2022.

ALGUNS TITULARES foram ao Maracanã prestigiar a festa de apresentação das taças, mas o clube não explicou a ausência de Gabriel, autor do gol da vitória na decisão da Libertadores com o Athletico Paranaense. Dos titulares de sábado (29), no Equador, só os meias João Gomes e Everton Ribeiro entraram no 2º tempo.

O CORINTHIANS aproveitou o Flamengo desfigurado para vencer, ainda que sem convencer, e já saiu para o intervalo em vantagem, com o gol do meia Du Queiroz, aos 43 minutos. Logo no início do 2º tempo, Mateus França empatou, mas faltou mais pique ao Flamengo para a virada. Yuri Alberto fez o gol da vitória aos 30.

FLAMENGO 1 x 2 CORINTHIANS registrou R$2.358.262,00. 57.906 pagantes. 60.369 presentes. O árbitro catarinense Ramon Abatti Abel teve atuação facilitada pelo nível disciplinar elevado do jogo e só aplicou um cartão amarelo, ao advertir o meia corintiano Roni.

FLAMENGO – Hugo, Mateuzinho, Pablo, Fabricio Bruno e Ayrton Lucas; Erick (João Ramos), Arturo Vidal e Victor Hugo (Everton Ribeiro); Marinho (Mateus Gonçalves), Cebolinha (Rodinei) e Mateus França (Mateusão). Os próximos jogos do Flamengo, 3º com 61 pontos, serão fora do Rio com Coritiba e Juventude.

O ÚLTIMO JOGO de 2022 do Flamengo no Maracanã será dia 13 com o Avaí. O técnico Dorival Silvestre Jr descartou a liberação de qualquer titular antes do último jogo da temporada e insistiu em que o time deve manter o empenho até o fim. Já que o time não foi possível, ele quer pelo menos o vice.

CORINTHIANS – Cássio, Bruno Mendez (Fagner), Balbuena, Robert e Fabio Santos; Fausto Vera, Du Queiroz (Roni) e Giuliano (Gil); Mateus Vital (Ramiro), Roger Guedes (Renato Augusto) e Yuri Alberto. Com o técnico Vítor Pereira suspenso, o time foi dirigido pelo assistente Filipe Almeida. O Corinthians garantiu a vaga direta na Libertadores 2023.

AMÉRICA SOBE E BOTAFOGO CAI

COM A VITÓRIA por 1 x 0 sobre o Internacional, na tarde de ontem (2), na Arena Independência, em Belo Horizonte, o América Mineiro não só tirou a última chance de título do time gaúcho, mas também subiu ao 9º lugar, com 49 pontos, e ultrapassou o Botafogo, que caiu para o 11º com 47.

O GOLEIRO Matheus Cavichioli evitou que o Internacional saísse para o intervalo em vantagem, ao defender duas vezes o pênalti batido pelo meia Alan Patrick, que também não aproveitou a rebatida. O meia paulista Alê fez o gol do jogo aos 36 do 2º tempo e o América interrompeu a invencibilidade de 36 jogos do Inter.

SANTOS ENCOSTA NO BOTAFOGO

EM JOGO DE DUAS VIRADAS, o Santos ganhou do Atlético Goianiense por 3 x 2, na noite de ontem (2), no estádio Antonio Accioly, subiu ao 12º lugar com 46 pontos, e encostou no Botafogo, 11º com 47. Marcos Leonardo fez 1 x 0 Santos, mas o argentino Diego Churin e Luis Fernandes viraram para o Atlético.

MELHOR NO 2º TEMPO, o Santos empatou aos 6 minutos com o gol de Lucas Braga, e fez a virada final nos acréscimos, quando o empate parecia definido. Lucas Braga, autor do segundo gol, criou a jogada para Lucas Barbosa marcar aos 49 minutos, mantendo o Santos com chance de vaga na Libertadores.

TÉCNICO VOLTA APÓS SETE ANOS

NO MÊS EM QUE COMPLETA 65 anos, o técnico Celso Roth aceitou voltar ao já rebaixado Juventude, de Caxias do Sul, sua terra natal, para reestruturar o futebol do clube para 2023, e assumiu o time na derrota da noite de ontem (2) para o Coritiba por 1 x 0, gol do meia paulista Régis, aos 48 minutos do 2º tempo.

FOI A 1ª VITÓRIA DO CORITIBA como visitante no Campeonato Brasileiro de 2022, depois de três jogos sem vencer, o que aumentou o otimismo para o jogo do próximo domingo (6), em casa, com o Flamengo. 15º com 38 pontos, o time ainda tenta escapar do rebaixamento, que seria o sétimo de sua história.

CAMPEÃO GAÚCHO em 1997 no Internacional e em 1999 no Grêmio, o ex-zagueiro Celso Juarez Roth estava sem dirigir equipe desde 2016, quando voltou a treinar o Internacional, um ano depois de sair do Vasco. Ele vê missão complicada, mas confia na volta do Juventude à Série A em 2024.

Fotos: UOL, Marcelo Cortes