Escolha uma Página

MESMO COM A DERROTA para o São Paulo por 1 x 0, gol de Luciano aos 25 minutos do 1º tempo, em falha do goleiro argentino Agustin Rossi, o Flamengo garantiu a vaga na fase de grupos da Libertadores com o 4º lugar, beneficiado pela derrota do Botafogo para o Internacional por 3 x 1. A vaga do São Paulo, mesmo em 11º com 53 pontos, estava assegurada pela Copa do Brasil, que ganhou em decisão com o Flamengo (1 x 0 no Maracanã, 1 x 1 no Morumbi).

O FLAMENGO TEVE sete chances de título em 2023, mas passou em branco, decepcionando nas decisões da Supercopa do Brasil, perdida para o Palmeiras; do Campeonato Carioca, para o Fluminense; na vaga para a final do Mundial de clubes no Marrocos, para o Al-Hilal, e na eliminação precoce da Libertadores para o Olímpia, no Paraguai, resultados que levaram o clube a trocas de técnicos, que geraram prejuízo de milhões de reais.

O TÉCNICO TITE dirigiu a equipe nos últimos doze jogos do ano, com sete vitórias; quatro derrotas e o 1 x 1 no Fla-Flu. Depois da saída de Filipe Luis e Rodrigo Caio, o técnico vai elaborar a lista de dispensas, com base na análise do que viu. A última formação de 2023: Rossi, Varela (Wesley), Fabricio Bruno, Pablo (Allan) e Ayrton Lucas; Erick, Gerson (Bruno Henrique) e Arrascaeta; Luis Araújo (Victor Hugo), Pedro e Cebolinha (Everton Ribeiro).

O FLAMENGO vai receber o prêmio de R$40.600 mil pelo 4º lugar no Brasileiro de 2023, com 66 pontos, 19 vitórias, 10 derrotas, 9 empates, números iguais aos do Atlético Mineiro, que ficou em 3º pelo saldo de gols (20 a 14). O Flamengo marcou 56 e sofreu 42; o Atlético fez 52 e sofreu 32 gols, depois da goleada que levou do Bahia por 4 x 1, na noite de ontem (6), na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Foto: Torcedores e Marcelo Cortes / Flamengo