Escolha uma Página

 

O Flamengo quer manter a fé na conquista do título de campeão brasileiro de 2018, no jogo da tarde desta quinta (15), no Maracanã, mesmo que o líder Palmeiras abriu vantagem de 10 pontos, ao ganhar com facilidade (3 x 0) do Fluminense. O Flamengo precisa vencer o Santos, para chegar aos 63 pontos e a 18 vitórias, de vez que o Palmeiras está com 70 pontos e 20 vitórias. Entre os dois, o vice-lider Internacional, que completa a rodada à noite, em Porto Alegre, como favorito diante do América Mineiro, penúltimo e que tenta se salvar com a chegada do técnico Givanildo Oliveira.

HISTÓRICO – Flamengo x Santos é mais um jogo histórico, neste dia em que o Brasil comemora os 129 anos da Proclamação da República, golpe político-militar, instaurado e assinado pelo marechal Manuel Deodoro da Fonseca, na Praça da Aclamação – hoje Praça da República -, no Centro do Rio de Janeiro, então capital do Império do Brasil. A forma republicana presidencialista de governar, encerrou a monarquia, com a destituição e a deportação do Imperador Pedro II. O Flamengo comemora, neste 15 de novembro de 2018, os 123 anos de sua fundação.

CAMPANHA – Terceiro com 60 pontos – 17 vitórias, 9 empates, 7 derrotas -, o Flamengo, com 52 gols, deixou de ter o ataque mais positivo, depois dos 3 x 0 do Palmeiras, que chegou aos 55 gols em 34 rodadas, além de ter também a defesa menos vazada (23. A do Grêmio sofreu 24 e a do Internacional, 25. A do Flamengo, 27). O Flamengo não ganha há três jogos – 1 x 1 com o Palmeiras, 2 x 2 com o São Paulo, 1 x 2 com o Botafogo – e a hora é de reencontro com a vitória.

UMA VAGA – O Santos só recupera o oitavo lugar se vencer o Flamengo porque empatará em pontos (49) e em vitórias (13) com o Cruzeiro, que ganhou (1 x 0) do Corinthians, na noite de ontem (14), no Mineirão. O saldo do Santos é de 8 gols (marcou 40, sofreu 32) e o Cruzeiro está zerado (31 gols pró, 31 contra). O Santos disputa com Atlético Mineiro (50) e Atlético Paranaense (47), além do Cruzeiro (49) uma das duas vagas na pré-Libertadores. 

SEM TRÊS – Enquanto o Flamengo não conta com Renê, Cuellar e Paquetá, suspensos, o Santos terá a volta de Gabriel, artilheiro do Brasileirão 2018, do lateral Victor Ferraz e do meia-atacante Diego Pituca, que cumpriram suspensão. Mas, seis serão os ausentes: Carlos Sanchez, Derlís Gonzalez e Bryan Ruiz, que estão com as seleções de seus países para os amistosos de amanhã (16) e da próxima terça (20).

O SANTOS só ganhou um dos últimos três jogos -3 x 0 no Fluminense – e depois perdeu (3 x 2) para o Palmeiras e para a Chapecoense (1 x 0)A permanência do técnico Cuca em 2019 ainda está sendo tratada, enquanto a continuação de Dorival Júnior vai depender do resultado das eleições de dezembro no Flamengo. No jogo do turno, na Vila Belmiro, Santos e Flamengo empataram (1 x 0). Paulo Roberto Alves Júnior, da Federação Paranaense, apita hoje no Maracanã. O jogo será às 17 horas.

NO MESMO HORÁRIO, outro jogo importante para o futebol carioca. O Botafogo só volta a subir uma posição e a terminar a rodada em décimo segundo, se ganhar da Chapecoense, na Arena Condá, no oeste de Santa Catarina. O Bahia foi aos 44 pontos ao vencer (2 x 1, de virada) o Ceará, na noite de ontem (14), em Salvador, e está com 11 vitórias, que o Botafogo também pode alcançar. Mas, no saldo de gols, o Botafogo perde. O do Bahia é de menos 2 (37 a 39) e o do Botafogo é de menos 10 (33 a 43).

A CHAPECOENSE, com 37 pontos, pode sair do rebaixamento e recolocar o Ceará (38), que tem menos uma vitória (9 a 10) que o Sport, também com 38 pontos, após o 0 x 0 da noite de ontem (14), no Recife, com o Vitória (36), que é antepenúltimo.

JOGÃO NO MORUMBI – A previsão é de que o feriado termine com um grande jogo, às 7 da noite, no Morumbi. O São Paulo demitiu o uruguaio Diego Aguirre e vai terminar o campeonato com o assistente-técnico André Jardine, que o diretor Raí já pensa em efetivar em 2019. O Grêmio é quarto com 58 pontos, mas tem uma vitória a mais (16 a 15) que o São Paulo também com 58. O saldo do Grêmio é de 20 gols (44 a 24); o do São Paulo, 14 (44 a 30).

O GRÊMIO, em quarto lugar, ocupa a última vaga da Libertadores 2019. O São Paulo, em quinto, é o primeiro com a vaga certa na Sul-Americana. A outra vaga é do Atlético Mineiro, com 50 pontos, após ganhar (1 x 0) do lanterna Paraná, na noite de ontem (14), em Curitiba. Cruzeiro (49), Atlético Paranaense (47) e Santos (46, com um jogo a menos) também disputam a segunda vaga da Sul-Americana 2019.