O Flamengo não ganhava de 5 x 0 na Libertadores há 35 anos. A última vitória por esse placar foi na sexta-feira, 20 de abril de 1984, sobre o Santos, diante de 24.545 pagantes no estádio do Morumbi. No jogo de ida, o Flamengo fez sua melhor estreia no torneio, com outra goleada (4 x 1) sobre o Santos, no Maracanã.

TENSÃO – A goleada de 5 x 0 do Flamengo no Morumbi foi registrada no décimo quarto jogo com o Santos, em apenas cinco anos, e o clima era muito tenso. O Santos não se conformava por ter sido eliminado pelo Flamengo nos Campeonatos Brasileiros de 1980 e 1982, menos ainda de ter perdido (3 x 0) a final de 1983 no Maracanã.

TITA – Com a saída de Zico para a Udinese, quem ganhou ainda mais projeção foi Tita, da tríplice Brasileiro-Libertadores-Mundial, do início dos anos 80. Nos 5 x 0 do Morumbi, Tita marcou os dois do segundo tempo, depois dos gols de Bebeto, Mozer e Edmar, antes da saída para o intervalo. O Flamengo deu um show de bola no Morumbi.

TIME – Dirigido pelo ex-meia Claudio Garcia, campeão carioca em 69 e 71 no Fluminense, o time do Flamengo nos 5 x 0 sobre o Santos foi Fillol, Leandro, Figueiredo, Mozer e Júnior; Andrade (Lúcio), Bigu e Tita; Bebeto (Elder), Edmar e João Paulo. Os jogadores do Santos ficaram nervosos e o árbitro gaúcho Carlos Sergio Rosa Martins expulsou no segundo tempo o zagueiro Toninho Carlos e o volante Dema.

DEFESA DE PLACA – O Flamengo poderia ter feito muito mais gols, mas o goleiro uruguaio Rodolfo Rodriguez não deixou, com atuação excepcional, como tantas outras nos 255 jogos que fez pelo Santos, de 1984 a 1988. Ao ser homenageado pelo clube pela Defesa de Placa, o presidente Luis Álvaro Ribeiro disse: “Você parece maior que a trave”.

Foto: divulgação