O FLAMENGO ANUNCIA HOJE (9) o rompimento do contrato de Paulo Sousa e acerta com o técnico o pagamento da multa pela rescisão do contrato, assinado até dezembro de 2023. A multa só seria paga se o técnico fosse demitido até o final do ano de 2022. O Flamengo ainda não sabe quem vai dirigir a equipe, que está sem assistente técnico, no jogo de sábado (11), em Porto Alegre, com o Internacional. 

A QUARTA DERROTA, 2ª CONSECUTIVA EM 10 JOGOS, abreviou a saída do técnico português, que ficou de vez sem ambiente para continuar no clube. A equipe saiu de Bragança Paulista para Atibaia, onde ficará até amanhã (10), antes da viagem para Porto Alegre. É o segundo erro de escolha de técnico do Flamengo, tão grave quanto o do espanhol Domènec Torrent, contratado simplesmente por ter sido assistente de Guardiola.

O FLAMENGO CAIU TRÊS POSIÇÕES, após a derrota para o Bragantino – 14º lugar, 12 pontos, 3 vitórias, sem saldo de gol (10 a 10) -, só com mais 1 ponto que o Cuiabá, primeiro do rebaixamento (17º), que 3ª feira (7), venceu o líder Corinthians por 1 x 0, na estreia do técnico português Antonio Oliveira. O Flamengo pode cair mais uma posição e terminar a 10ª rodada em 15º, se o Goiás empatar hoje (9) com o Fortaleza.

“HÁ COISAS QUE NÃO POSSO CONTROLAR” – disse Paulo Sousa, após a derrota para o Bragantino: “Estou centrado em tudo que tenho que fazer com meu coração e sabedoria”, acrescentou o técnico, deixando claro o pressentimento de que terá o contrato rescindido a qualquer momento. Paulo Sousa perdeu o Carioca, a Supercopa do Brasil, e não conseguiu dar padrão de jogo ao time, com alterações constantes.

O GOL DA 4ª DERROTA QUE O FLAMENGO sofreu foi do lateral-esquerdo Luan Cândido, de cabeça, aos 17 do 1º tempo, após falha de Andreas, que errou ao desviar a falta batida por Artur. Natan quase fez o 2º do Bragantino ao cabecear na trave. Andreas sofreu pênalti, mas o VAR viu falta antes. O árbitro goiano Wilton Sampaio expulsou Luan Cândido, autor do gol, por um tapa em Mateuzinho aos 25 do 2º tempo.

O TIME DO ÚLTIMO JOGO sob a direção de Paulo Sousa: Hugo, Mateuzinho, Rodrigo Caio (Gustavo Henrique), Leo Pereira e Ayrton Lucas (Filipe Luis); Tiago Maia (Willian Arão), Andreas e Everton Ribeiro (Marinho); Lázaro (Pedro), Gabriel, que reapareceu mal, após suspensão, e Vitinho. O Flamengo visitante sofreu a 2ª derrota por 1 x 0, após dois empates. A única vitória, de virada, foi sobre o Fluminense (2 x 1).

SANTOS E INTER EMPATAM

O ATACANTE LUCAS BRAGA fez o gol do Santos aos 20 minutos do 2º tempo e o zagueiro uruguaio Bruno Mendez, emprestado pelo Corinthians, marcou o do Internacional cinco minutos depois. O atacante Rodrygo, de férias no Real Madrid, voltou à Vila Belmiro e foi aplaudido pelos oito mil torcedores, que se revoltaram com a arbitragem confusa do catarinense Ramon Abatti.

O SANTOS ESTÁ EM 10º com 13 pontos, 3 vitórias, saldo de 4 gols (13 a 9), mas pode perder posições se hoje (9), o Botafogo, 13º com 12, vencer o Palmeiras, ou o Goiás, 15º com 12, ganhar como visitante do lanterna Fortaleza. O Internacional, ainda sem derrota com o técnico Mano Menezes, subiu ai 5º lugar, com 13 pontos, 3 vitórias, saldo de 2 gols (11 a 9). Sábado (11), o Santos visita o Atlético Mineiro, e o Internacional recebe o Flamengo.

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF