O sorteio das oitavas de final, em que o vencedor ganhará mais R$3.300 mil, foi favorável ao Flamengo, que tenta ganhar a Copa do Brasil pela quarta vez, depois de sete anos da última conquista em 2013, quando, por coincidência, venceu o Athletico Paranaense, adversário da próxima fase. O primeiro jogo do mata-mata será no final de outubro, na Arena da Baixada, em Curitiba, e o segundo, no início de novembro, no Maracanã, em datas a serem confirmadas.

OS TÍTULOS – A primeira das três Copas do Brasil que o Flamengo ganhou foi em 1990, vencendo o Goiás: 1 x 0, gol do zagueiro Fernando, no estádio municipal de Juiz de Fora, e 0 x 0 no estádio Serra Dourada, em Goiânia, com o gaúcho Renato Marsiglia, que seria o árbitro brasileiro na Copa de 94, apitando os dois jogos. Os campeões: Zé Carlos, Ailton, Vítor Hugo, Fernando e Piá; Júnior, Marquinhos e Djalminha; Renato Gaúcho (cap), Gaúcho e Zinho. Técnico – Jair Pereira.

3 x 0 NO VASCO – A final de 2006 da Copa do Brasil foi a primeira entre equipes da mesma cidade e o Flamengo venceu os dois jogos com o Vasco no Maracanã: em 19 de julho, 2 x 0, gols de Obina e Luisão, e em 26 de julho, 1 x 0, gol de Juan, que jogou de lateral-esquerdo, no esquema de três zagueiros do técnico Ney Franco. Os campeões: Diego, Renato Silva, Fernando e Rodrigo Arroz; Leonardo Moura, Jônatas, Toró (Obina), Renato Augusto (Peralta), Renato Abreu e Juan; Luisão.

1 x 1 e 2 x 0 – No último título, em 2013, o Flamengo empatou o jogo de ida (1 x 1), em Curitiba, com Marcelo fazendo o gol do Athletico Paranaense, e Amaral empatando, e ganhou (2 x 0, gols de Elias e Hernane) o jogo de volta, dia 27 de novembro, no Maracanã. Os campeões: Felipe, Leonardo Moura (Marcos), Wallace, Samir e André Santos; Amaral, Elias (João Paulo) e Carlos Eduardo (Diego Silva); Luis Antonio, Hernane e Paulinho. Técnico – Jayme de Almeida Filho.

PERDEU QUATRO – Das sete finais da Copa do Brasil que disputou, o Flamengo perdeu quatro e a mais sentida foi a de 30 de junho de 2004, diante de 71.988 pagantes, no Maracanã, para o Santo André, campeão pela única vez, dirigido pelo técnico Péricles Chamusca. 2 x 2 no primeiro jogo, no estádio do Palmeiras, e Santo André 2 x 0, gols de Sandro Gaúcho e Elvis. As outras finais que o Flamengo perdeu: 97 para o Grêmio e 2003 e 2017 para o Cruzeiro, maior campeão com seis títulos.

BOTAFOGO x CUIABÁ – Fundado em 2001 pelo falecido Luis Carlos Tófoli – Gaúcho, atacante que brilhou no Palmeiras e Flamengo –, o Cuiabá Esporte Clube estreia na Copa do Brasil como campeão da Copa Verde 2019. Fará o primeiro jogo com o Botafogo no estádio Nilton Santos e decidirá a vaga na Arena Pantanal, em Cuiabá, capital do estado do Mato Grosso.

GRÊMIO x JUVENTUDE – O segundo jogo será no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, onde o Juventude, campeão pela única vez em 1999, ao vencer o Botafogo, tentará o segundo título. O Grêmio, cinco vezes campeão – 89, 94, 97, 2001 e 2016 -, tenta se igualar ao Cruzeiro, maior campeão da Copa do Brasil com seis títulos (93-96-2000-2003-2017-2018).

CORINTHIANS x AMÉRICA – O Corinthians participou de seis decisões da Copa do Brasil e ganhou três: em 95, derrotando o Grêmio; em 2002, vencendo o Brasiliense, e em 2009, ganhando do Internacional. Perdeu as finais de 2001 para o Grêmio; 2008 para o Sport, e 2018 para o Cruzeiro. O América Mineiro, que fará o segundo jogo no estádio Independência, em Belo Horizonte, entra nas oitavas pela primeira vez.

PALMEIRAS x BRAGANTINO – O Palmeiras tenta chegar à quinta final da Copa do Brasil, que ganhou em 98 derrotando o Cruzeiro; 2012, vencendo o Coritiba, e em 2015, com vitória sobre o Santos. Antes dos três títulos, o Palmeiras havia perdido a decisão de 96 para o Cruzeiro. O Bragantino, pela primeira vez nas oitavas, como campeão brasileiro da Série B em 2019, fará o primeiro jogo em seu estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, a 88 km da capital.

SÃO PAULO x FORTALEZA – O Fortaleza entra pela primeira vez nas oitavas de final como campeão da Copa do Nordeste de 2019. O segundo jogo será no estádio do Morumbi, onde o São Paulo, só uma vez finalista, ao perder a decisão de 2000 para o Cruzeiro, tentará se classificar para as quartas de final.

CEARÁ x SANTOS – Uma vaga a ser decidida por times que só foram finalistas da Copa do Brasil uma vez. O Ceará perdeu a decisão de 94 para o Grêmio, e o Santos ganhou a de 2010 com o Vitória. O primeiro jogo será na Vila Belmiro e a decisão da vaga ficará para o jogo da volta, na Arena Castelão, em Fortaleza.

INTERNACIONAL x ATLÉTICO GOIANIENSE – O time goiano participa pela primeira vez das oitavas de final. O Internacional só foi campeão da Copa do Brasil em 1992, vencendo o Fluminense (1 x 0, gol de pênalti do zagueiro Celio Silva), no antigo estádio Beira Rio, em Porto Alegre, em final de dois técnicos cariocas: Sergio Cosme e Antonio Lopes. Até hoje, em conversa com amigos, na Rua Dias da Cruz, no Meier, Sergio Cosme critica o árbitro José Aparecido de Oliveira, da Federação Paulista, pelo pênalti.

Foto: Torcedores