TRÊS VEZES CAMPEÃO E QUATRO VEZES VICE, O FLAMENGO TENTA VOLTAR À FINAL DA COPA DO BRASIL depois de quatro anos, quando perdeu a decisão de 2017 para o Cruzeiro, nos pênaltis (5 x 3), após 0 x 0 e 1 x 1. O Athletico Paranaense, campeão pela única vez em 2019, ao vencer o Internacional, tenta a terceira final, depois de perder em 2013 para o Flamengo. Após 2 x 2 em Curitiba, outro empate hoje (27), no Maracanã, leva a decisão aos pênaltis. O jogo terá arbitragem de Wilton Sampaio, da Federação Goiana e da FIFA.

DEPOIS DE SEIS JOGOS, Bruno Henrique e Gabriel voltam a jogar juntos e representam esperança de gol para a classificação, que devolveria a tranquilidade ao time e ao técnico Renato, depois de 0 x 0 com o Cuiabá e derrota para o Fluminense, que fizeram o Flamengo sair da vice-liderança para o quarto lugar do Campeonato Brasileiro. Não obter a classificação para a final da Copa do Brasil pode ser o início de uma crise no futebol do clube.

COM RETROSPECTO RUIM, o Athletico Paranaense faz o sétimo jogo sob a direção do técnico Alberto Valentim, demitido do Cuiabá logo na primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O time vinha de bons resultados com Paulo Autuori, mas caiu de rendimento com Alberto Valentim, com três derrotas, dois empates e apenas uma vitória. O Athletico tenta chegar à terceira final, depois de perder a de 2013 para o Flamengo e de ganhar a de 2019 com o Internacional.

O ATLÉTICO MINEIRO tem amplo favoritismo na noite de hoje (27), na Arena Castelão, depois de golear o Fortaleza por 4 x 0 no Mineirão. O técnico Cuca decidiu manter a equipe completa, com exceção do zagueiro Nathan Silva, que já jogou a Copa do Brasil pelo Atlético Goianiense. O Fortaleza não contará com seis titulares e terá que vencer por 5 x 0 para ser finalista ou devolver os 4 x 0 para decidir nos pênaltis. 

A QUASE IMPROVÁVEL classificação do Fortaleza, pela primeira vez semifinalista, levaria o futebol cearense à segunda decisão da Copa do Brasil, 27 anos depois de o Ceará perder a final de 1994 para o Grêmio. O Atlético Mineiro tenta a terceira final, depois do único título em 2014, com 2 x 0 e 1 x 0 no Cruzeiro, e de perder a decisão de 2016 para o Grêmio por 3 x 1 e 1 x 1. Fortaleza x Atlético Mineiro será apitado por Vinícius Dias Araújo, da Federação Paulista.

Foto: R7 Esportes