Escolha uma Página

COM O GOL DO ZAGUEIRO Leo Pereira, aos 50 minutos do 2º tempo, completando de cabeça na pequena área o cruzamento do lateral-esquerdo Ayrton Lucas, o Flamengo venceu o primeiro clássico, três dias após 0 x 0 com o Vasco, ultrapassou o Botafogo, que caiu para 3º,e assumiu a vice-liderança, mesmo com menos um jogo. R$2.137.144,50, com 44.083 pagantes, na noite de ontem (7), no Maracanã.

O JOGO MELHOROU um pouco na volta do intervalo, depois de só três chutes em gol, todos de fora da área e sem perigo. Pedro tentou e Gatito defendeu fácil, aos 7; o estreante Luiz Henrique, com atuação bisonha, mandou longe do gol aos 13, e o goleiro Rossi mandou a escanteio a finalização de Tiquinho, aos 41.

O FLAMENGO tentou mais o gol no 2º tempo, enquanto o Botafogo teve postura mais defensiva, limitando-se aos contra-ataques. Na volta do intervalo, o Flamengo lucrou com a troca do lateral-direito: Wesley foi mais eficiente, marcando e apoiando, que o uruguaio Varela.

NA SEQUÊNCIA, De La Cruz, ainda sem render bem, foi substituído aos 14 por Luis Araújo. Cebolinha, que completou 100 jogos, comprado do Benfica por R$73 milhões em 2022, teve atuação discreta. Bruno Henrique entrou aos 25 e nada acrescentou. O único vaiado foi Pedro, substituído aos 32 por Gabriel, também apagado.

AS MUDANÇAS no Botafogo, a partir dos 29 minutos, também não melhoraram o rendimento de um time sem força ofensiva. Savarino substituiu Tiquinho, em franco declínio, e Eduardo poderia ter entrado antes no lugar de Danilo. Aos 47, saíram Marlon e Luiz Henrique, entrando Victor Sá e Newton, que só viram o gol do jogo.

O GOLEIRO GATITO falhou, ao sair com atraso para tentar cortar o cruzamento do lateral Ayrton Lucas, após o escanteio curto de Arrascaeta, e o zagueiro Leo Pereira, com boa impulsão, foi mais rápido para cabecear com o gol vazio, evitando que o segundo clássico do ano no Maracanã também fosse sem gol.

FLAMENGO – Rossi, Varela (Wesley), Fabricio Bruno, Leo Pereira e Ayrton Lucas; Erick, Gerson (cap), De La Cruz (Luis Araújo) e Arrascaeta; Pedro (Gabriel) e Cebolinha (Bruno Henrique). Vice-líder com 12 pontos, 3 vitórias, 3 empates, saldo de 7 gols (8 a 1), o Flamengo volta sábado (10) ao Maracanã para o jogo atrasado da 3ª rodada com o Volta Redonda, que no outro jogo de ontem (7) empatou com o Bangu (1 x 1).

MAS SE NA TARDE DE HOJE ( 8 ) houver vencedor em Nova Iguaçu x Madureira, o Flamengo cairá para 3º e o Botafogo para 4º. O Nova Iguaçu tem 11 pontos e pode ultrapassar o Flamengo também em vitórias (4 a 3), e o Madureira, com 10 pontos, ultrapassaria o Botafogo (11 pontos) e o Flamengo (12). O Flamengo, bom repetir, tem menos um jogo, que disputará sábado (10) de Carnaval com o Volta Redonda.

BOTAFOGO – Gatito (cap), Mateo Ponte, Halter, Barboza (Bastos) e Hugo; Danilo (Eduardo), Marlon (Victor Sá) e Tchê Tchê; Luiz Henrique (Newton), Tiquinho (Savarino) e Junior Santos. O Botafogo caiu para 3º, 11 pontos, 3 vitórias, 2 empates, 2ª derrota, saldo de 3 gols (8 a 5), mas pode terminar a 7ª rodada em 5º ou 6º, dependendo do resultado de hoje ( 8 ) de Nova Iguaçu x Madureira.

FLAMENGO 1 x 0 BOTAFOGO teve boa atuação do árbitro Elino Cruz, que acertou na marcação de todas as faltas e aplicou bem os cartões amarelos em Junior Santos, Halter, Barboza e no técnico Tiago Nunes. O único amarelo do Flamengo foi o de Cebolinha. Um torcedor do Flamengo exibiu um cartaz que sintetizou bem o nível do jogo: “Coitada da bola”.

DEPOIS DE AGRESSÃO VIOLENTA, com pontapés e socos, como mostraram com clareza as câmeras do shopping, o vice-presidente de futebol Marcos Braz conseguiu acordo com o entregador de aplicativos, Leandro Campos, para encerrar o processo na Justiça. A comissão jurídica do Flamengo também arquivou o processo contra o dirigente, pedindo por cinco sócios. E ao que tudo indica, a Comissão de Ética da Câmara não deve punir Marcos Braz, em seu primeiro mandato como vereador.

Fotos: Gilvan de Souza / CRF