TRÊS DIAS DEPOIS DE PERDER A LIBERTADORES, O FLAMENGO TEVE MAIS DE 47 MIL TORCEDORES, que ofenderam Renato e pediram a volta de Jorge Jesus, com o coro de míster, após o 2 x 1 sobre o Ceará, na noite de ontem (30), no Maracanã. A 21ª vitória em 35 jogos, 13ª em 18 jogos em casa, 3ª por 2 x 1, manteve o Flamengo a 8 pontos do líder Atlético Mineiro, que ainda não poderá comemorar o título, se vencer o Bahia, amanhã (2), em Salvador. 

FLAMENGO 2 x 1 CEARÁ registrou R$1.488.265,00, 46.481 pagantes e 47.862 presentes, em noite de muito calor no Maracanã. O vice-líder Flamengo tem 70 pontos – 21 vitórias, saldo de 36 gols (68 a 32), com ataque mais positivo, e o Ceará, 8º com 49 pontos, 11 vitórias, saldo de 2 gols (39 a 37), após a 7ª derrota, 3ª por 2 x 1, em 18 jogos como visitante. O técnico gaúcho Tiago Nunes substituiu bem e o rendimento da equipe melhorou na volta do intervalo.

FULMINANTE – O Flamengo abriu o placar aos 2 minutos, com o 13º gol de Gabriel no Brasileiro de 2021, 104º em 146 jogos, desde o primeiro, no 4 x 1 no Americano de Campos, no domingo, 24 de fevereiro de 2019. Gabriel não se conteve e foi comemorar com os torcedores, recebendo o 1º dos 6 cartões amarelos que o árbitro norte-riograndense Caio Vieira aplicou em jogadores do Flamengo. Bruno Henrique teve gol anulado por impedimento aos 22 minutos.

DOR NA COXA – Na primeira substituição do jogo, Hugo entrou no lugar de Diego Alves, que sentiu dor na coxa esquerda, aos 28 minutos. O goleiro saiu sob aplausos e vaias, mesma reação que os torcedores demonstraram na entrada do time, também com Andreas, Everton Ribeiro e Leo Pereira, de todos o mais vaiado. O Ceará não criou e o Flamengo esteve perto do segundo gol aos 44, quando Gabriel acertou a trave.

NA VOLTA do intervalo, com um pouco mais de iniciativa, o Ceará empatou aos 26, com o atacante maranhense Rick, de 22 anos, artilheiro do time no Brasileiro 2021, aproveitando o rebote do goleiro Hugo, em chute do colombiano Yony Gonzalez. Oito minutos depois, o gol da vitória premiou a boa atuação do lateral Mateuzinho, eficiente no apoio e na marcação, que chutou forte aos 34, sem chance para o goleiro João Ricardo, que fez quatro boas defesas.

MAURÍCIO DE SOUZA, de 47 anos, integrante da comissão técnica permanente, também dirigirá o time nos jogos restantes, sexta (3), no Recife, com o Sport; 2ª (6), no Maracanã, com o Santos, e 5ª (9), em Goiânia, com o Atlético Goianiense. Entre os valores que o técnico interino revelou, o lateral-direito Mateuzinho, que é só elogios a Maurício de Souza, desde 2017 no Flamengo, pelo trabalho nas divisões de base.

39 FALTAS – O jogo foi duro, mas disputado com lealdade. Das 39 faltas, o Flamengo cometeu só mais uma que o Ceará (20 a 19), que só teve o meia Lima advertido com cartão amarelo. Dos seis do Flamengo, Gabriel, ao comemorar o gol abraçando os torcedores; Bruno Henrique, por reclamação, e por falta, Mateuzinho, Leo Pereira, Tiago Maia e Everton Ribeiro,  único suspenso do jogo de 6ª (3), no Recife, com o Sport, segundo rebaixado depois da Chapecoense.

Foto: UOL