FLUMINENSE E PALMEIRAS repetiram o placar do turno e o Flamengo agradece pelo 1 x 1 da noite de ontem (27), no Maracanã, porque se vencer o Botafogo, hoje (28), no estádio Nilton Santos, tira o Fluminense da vice-liderança e fica só a sete pontos do líder Palmeiras. Mesmo com a equipe B, o Flamengo é franco favorito.

O FLUMINENSE foi um pouco superior no 2º tempo e teve duas grandes chances do desempate em três minutos, com os chutes de Cano, que completou o terceiro jogo consecutivo sem gol, aos 32 no travessão, e de Ganso, aos 35, na trave. Jhon Arias e Samuel Xavier trabalharam bem as jogadas e foram precisos nas assistências.

O GOL DO PALMEIRAS foi primoroso, com Rony subindo no tempo certo, entre a meia lua e a marca do pênalti, para completar de bicicleta o cruzamento certeiro de Dudu, aos 8 minutos. Ele comemorou com duas cambalhotas, repetindo o que fizera, em gol igual, no 5 x 0 no Cerro Porteño, nas oitavas de final da Libertadores.

O GOL DO FLUMINENSE, aos 38, foi o sétimo do zagueiro Manoel, terceiro artilheiro do time em 2022, sem precisar subir tanto para cabecear no canto esquerdo o escanteio que Jhon Arias bateu da direita em semi curva. No jogo do turno, no Allianz Parque, Dudu fez o gol do Palmeiras e Cano empatou.

A SAÍDA DOS TIMES para o intervalo registrou momentos de tensão, com gritos e ameaças, até de agressão física, quando as comissões técnicas se encaminhavam aos vestiários. A irritação começou no banco de reservas do Fluminense, quando Nino foi advertido com cartão amarelo por falta em Rony aos 31 minutos.

O SEXTO EMPATE do Fluminense foi apenas o segundo como mandante, depois do 0 x 0 na estreia com o Santos. Em casa, o Fluminense ganhou 8 jogos, 3 sem sofrer gol, e sofreu 3 derrotas. O Palmeiras se manteve invicto fora de casa em 12 jogos, com o 5º empate, após 7 vitórias, 5 sem sofrer gol. As duas derrotas que sofreu foram em casa.

O PALMEIRAS, com 50 pontos e 14 vitórias, ainda mantém boa vantagem, mas a diferença sobre o vice-líder, se o Flamengo vencer hoje (28), o Botafogo, cairá para 7 pontos, menos 2 do que tinha antes do 1 x 1 em casa com o Flamengo. As primeiras posições ainda poderão ter novos ocupantes quando a 24ª rodada terminar 2ª (29).

O INTERNACIONAL, 6º COM 39 PONTOS, joga em casa com o lanterna Juventude, e tem tudo para tirar o Fluminense do G4, empatando em pontos (42), e levando vantagem no saldo de gols. O Corinthians, também com 39 pontos, joga 2ª (29), em casa, com o Bragantino, pode igualar os 42 pontos do Fluminense, mas com menos saldo de gols.

NO ÚLTIMO JOGO da noite de ontem (27), o Athletico Paranaense ficou no 0 x 0 com o Ceará, na Arena Castelão, e com 39 pontos, deverá perder uma posição, terminando a 24ª rodada em 6º.

QUEM SAIU DO REBAIXAMENTO foi o Coritiba, que venceu o Avaí por 1 x 0, com o 1º gol do atacante paulista Fabricio Daniel, comprado do Mirassol por R$2 milhões. Depois de quatro derrotas consecutivas, o Coritiba subiu para 16º com 25 pontos, com a 7ª vitória, primeira do técnico Guto Ferreira.

OS TORCEDORES DO CORITIBA jogaram pipoca nos jogadores quando o ônibus do clube chegou ao estádio Couto Pereira. Por sua vez, o Avaí, do técnico carioca Eduardo Barroca, completou 7 jogos sem vitória, ao sofrer a 5ª derrota. Com 23 pontos e 13 derrotas em 24 jogos, o Avaí é 18º com 23 pontos.

Fotos: Lance!, UOL, Guia do Boleiro, Cesar Greco