COM A VANTAGEM DO EMPATE, O FLUMINENSE decide a primeira vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, na noite de hoje (12), no Mineirão, com o Cruzeiro, recordista com seis títulos de maior campeão. O Cruzeiro perdeu o primeiro jogo no Maracanã por 2 x 1, e se classifica se vencer por dois gols, ou decide em pênaltis se ganhar por um gol. A classificação vale prêmio de R$3.900 mil.

SERÁ O 6º JOGO ENTRE OS TIMES PELA COPA DO BRASIL, com 3 vitórias do Fluminense e 2 empates, e o 3º jogo no Mineirão, com uma vitória do Fluminense e 1 empate. A maior vitória do Fluminense no Mineirão foi por 6 x 2, no feriado da 4ª feira, 7 de setembro de 2005, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro: 6 x 2, gols de Petkovic (2), Gabriel (2), Beto e Tuta. Abel Braga era o técnico. Fábio era o goleiro do Cruzeiro.

FÁBIO JOGARÁ HOJE (12), pela primeira vez no Mineirão, contra o Cruzeiro, que defendeu em 976 jogos, duas vezes campeão brasileiro, sete vezes campeão mineiro e duas vezes da Copa do Brasil. O goleiro de 41 anos, mato-grossense de Nobres, a 120 km da capital Cuiabá, cobra do clube uma indenização de R$20 milhões, mas espera acordo para não entrar com ação na Justiça.

OS TORCEDORES DO CRUZEIRO estão divididos quanto à recepção a Fábio, na noite de hoje (12), no Mineirão. 50% são a favor de que seja aplaudido, em reconhecimento à dedicação que sempre mostrou ao clube, antes e depois de estabelecer o recorde de 976 jogos. Fábio superou os 633 jogos de Zé Carlos, 10 vezes campeão (penta de 65 a 69), tetra de 72 a 75, e 77, do meio-campo com Piazza, Dirceu Lopes e Tostão.

O FLUMINENSE SÓ GANHOU A COPA DO BRASIL em 2007, mas foi segundo em 1992 e 2005, e semifinalista em 2006 e 2015. O Cruzeiro, além de campeão em 93, 96, 2000, 2003, 2017 e 2018, foi duas vezes vice e disputou três semifinais. O técnico uruguaio Paulo Pezzolano, ex-meia de 39 anos, resumiu: “O Fluminense tem uma equipe mais qualificada, mas o Cruzeiro jogará com a faca nos dentes, como se diz no meu país”.

PAULISTA DE 42 ANOS, HÁ 7 ANOS NA FIFA, que o selecionou para a Copa do Mundo de 2022, Raphael Claus apitará Cruzeiro x Fluminense, com os assistentes Danilo Manis e Alex Ribeiro. O VAR será monitorado pela árbitra FIFA Daiane Caroline dos Santos. Amanhã (13), no Maracanã, o outro árbitro da Copa do Mundo de 2022, o goiano Wilton Pereira Sampaio, apitará Flamengo x Atlético Mineiro.

Foto: Esporte News Mundo