Escolha uma Página

PELA PRIMEIRA VEZ com três times nas oitavas de final da Libertadores, maior torneio de clubes das Américas, o futebol carioca tem motivos de sobra para acreditar que o Fluminense, atual campeão; Flamengo, três vezes campeão, e Botafogo, tentando o primeiro título, possam passar à fase seguinte das quartas.

O FLUMINENSE, atual campeão, invicto e 1º na fase de grupos, tem motivação especial: a de ser o primeiro carioca a ganhar o título duas vezes consecutivas, igualando-se aos três paulistas: Santos (1962-63), São Paulo (1992-93) e Palmeiras (2020-21).

QUALQUER que seja o adversário, Grêmio, três vezes campeão, ou Huachipato, que decidem a vaga na noite desta 3ª feira (4), no Chile, o Fluminense tem assegurada a vantagem do segundo jogo do mata-mata no Maracanã.

O FLAMENGO, três vezes campeão (1981-2019-2022), tem motivação ainda maior, a de ser o primeiro brasileiro com quatro títulos, superando Santos (1962-63-2011), São Paulo (1992-93-2005), Grêmio (1983-95-2017) e Palmeiras (1999-2020-2021).

A MEU JUÍZO, o Flamengo terá vantagem, ao fazer o segundo jogo como visitante, mesmo na temida altitude de 3.600 metros, porque com boa margem no Maracanã, onde goleou o Bolívar por 4 x 0, irá a La Paz quase classificado. Só não se deve esquecer que o Bolivar, nos últimos jogos em casa, ganhou 8 e empatou 2.

O BOTAFOGO terá o confronto mais tenso para avançar às quartas de final, por conta da rivalidade recente, que se tornou ainda mais acirrada, depois da virada do Palmeiras (4 x 3), que lhe tirou o título, após liderar 31 das 38 rodadas. O problema se agravou com acusações entre dirigentes e até processo na justiça.

PENSO QUE o Botafogo precisará de boa vantagem no jogo de ida no estádio Nilton Santos porque a visita ao Allianz Parque, onde o Palmeiras sempre sabe se impor, e raramente perde, será complicada. Entretanto, é bom dizer também que o técnico Artur Jorge criou a mentalidade de manter o nível, em casa ou fora.

BOM LEMBRAR: o Peñarol foi o campeão das duas primeiras Libertadores, em 1960-1961. O Independiente, da Argentina, é o recordista com sete títulos e único a ganhar quatro consecutivos: 1972-73-74-75, além de ter sido bicampeão em 1964-65.

Fotos: Correio Braziliense